Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

.Temas

. cml(388)

. governo(157)

. telheiras(157)

. cdu(146)

. lumiar(133)

. eleições autárquicas(131)

. urbanismo(117)

. pcp(101)

. alta do lumiar(97)

. partidos políticos(96)

. segurança(94)

. orçamento(93)

. carnide(84)

. pev(83)

. trabalho(83)

. desemprego(77)

. saúde(76)

. trânsito(74)

. sindicatos(70)

. economia(68)

. todas as tags

.Pesquisar neste blogue

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
23
24
29
30
31

.Artigos recentes

. Câmara de Lisboa: Grandes...

. CDU: Oposição e trabalho ...

. Comunicado CDU: Oposição ...

. Soluções da CDU para uma ...

. Programas eleitorais da C...

. Programa da CDU para a As...

. Programa da CDU para a As...

. Programa da CDU para a As...

. Candidato da CDU diz esta...

. Programa da CDU para a As...

. Inválidos do Comércio apr...

. Visita da CDU às colectiv...

. CDU acusa PSD de gestão d...

. A cidade ficará melhor se...

. Programa dos Candidatos d...

. Contar com o trabalho dos...

. A CDU avança com toda a c...

. Vamos a votos!

. Como derrotar a direita

. Hoje há comício da CDU em...

. Quatro anos depois, como ...

. Campanha da CDU em Carnid...

. Candidatos da CDU visitar...

. Também há quem ganhe porq...

. Campanha da CDU na Zona N...

. A CDU apresenta soluções

. Encontro sobre Saúde

. Planos da Câmara são para...

. Os jovens estão com a CDU

. CDU A MUDANÇA NECESSÁRIA

. CDU em campanha nos PERs

. CDU arranca com campanha ...

. CDU A MUDANÇA NECESSÁRIA

. Sim, é possível uma vida ...

. CDU A MUDANÇA NECESSÁRIA

. Bairros Municipais - SOLU...

. Conheça os Candidatos da ...

. CDU A MUDANÇA NECESSÁRIA

. Visita aos bairros munici...

. Os apoiantes da CDU

. CDU A MUDANÇA NECESSÁRIA

. Trabalho da CDU é obra ao...

. Apresentação do Programa ...

. CDU pede suspensão de fun...

. Eixos prioritários para ‘...

. António Costa condenado p...

. PCP alerta para chantagem...

. Apresentação do programa ...

. PCP apresentou programa ‘...

. CDU defende reforço das c...

.Arquivos

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Ligações

.Contacta a CDU Lumiar:

E-mail: cdulumiar@sapo.pt ; Website: http://cdulumiar.no.sapo.pt

.Fotos do Sapo

http://fotos.sapo.pt/login?to=manage
Sábado, 6 de Março de 2010

Câmara de Lisboa: Grandes Opções do Plano para o quadriénio 2010-2013 e Orçamento para 2010

 
Com o PCP, Lutar e Vencer 
 
 
Na CML, o PCP votou contra e apontou as razões para tal
 
Na última sessão da Câmara de Lisboa estiveram a discussão e votação os seguintes documentos de gestão: Grandes Opções do Plano – GOP (para 2010-2013) e Orçamento Municipal para o presente ano, Mapa de Pessoal e Empréstimo bancário.
O PCP votou a favor da autorização para eventuais empréstimos de tesouraria, pois consubstanciam puros actos de gestão corrente, e contra todos os outros documentos atrás referidos.
 
A propósito da regularização de dívidas e do Plano de Saneamento Financeiro, ainda assim, sublinhou que há a informação estranha mas não inesperada fornecida pela Vereadora do Pelouro de Finanças de que não foi possível à CML, até à data, utilizar o total do empréstimo contraído no âmbito do PREDE – Programa de Regularização das Dívidas do Estado – pelo facto de muitas das facturas nele arroladas, terem por base procedimentos irregulares ou mesmo inexistentes, pelo que só em Tribunal a autorização para o seu pagamento poderá vir a ser resolvida. Esta constatação coloca a eventualidade de devolução de verbas contraídas no âmbito deste empréstimo, no valor global de 31 milhões de euros.
 
Plano e Orçamento
 
No que concerne às GOPs e Orçamento, o voto do PCP foi desfavorável, com o registo de que os documentos, apesar de tudo, são mais rigorosos e próximos da realidade do que alguns anteriores, designadamente os de 2008 e 2009.


 
A – Aspectos gerais
 
  1. No processo de construção destes documentos, não foi cumprido o estabelecido na lei relativamente ao Estatuto da Oposição.
  2. A informação justificativa de muitas das acções, projectos e programas ali contidos é escassa, incompleta e mesmo, nalguns casos, simplesmente inexistente.
 
B – Grandes Opções do Plano
 
1.      As GOP correspondem directamente ao Programa Eleitoral do PS para os quatro anos do mandato – realidade que, sendo coerente, ignora a real dependência de votações alheias na Assembleia Municipal, dada a maioria apenas relativa do PS naquele órgão.
2.      As GOP são pródigas nas palavras mas estéreis relativamente a muitos conteúdos, havendo mesmo mais de uma dezena de programas anunciados sem qualquer verba ou acção concreta atribuída.
 
C – Mapa de Pessoal
 
1.      Os trabalhadores do Município são essenciais à vida na Cidade. Lisboa precisa de melhores serviços públicos. No entanto, o Mapa de Pessoal faz desaparecer 600 lugares de Quadro, de modo algo nebuloso e indefinido – situação com que não se pode compactuar em matéria tão sensível.
2.      Fala-se em racionalização da «máquina» da CML, mas o que depois aparece de concreto é a «demonização» dos seus trabalhadores;
3.      O mesmo Mapa não traz anexo o indispensável parecer dos Sindicatos.
4.      E nele não se assegura o fim das situações de precariedade existentes.
5.      A construção das GOP tem por base uma reestruturação global dos serviços camarários sem que se esclareça qual o conteúdo dessa reestruturação.
 
D – Reorganização administrativa
 
1.      A organização das GOP tem ainda por base uma anunciada reorganização administrativa da Cidade – ao qual estamos abertos, em princípio – mas cuja proposta concreta desconhecemos, mesmo nos seus contornos mais gerais. Essa reorganização alterará, ao que parece, as fronteiras administrativas de algumas freguesias.
2.      Mas também aqui, apesar da importância deste tipo de decisões, não é apontado qualquer conteúdo concreto deste projecto nem ele pode ser concretizado sem um diálogo político alargado envolvendo a população da Cidade.
 
 
E – Orçamento para 2010
 
1.      Relativamente ao Orçamento para 2010, sublinha-se, por exemplo, a sobre-orçamentação da Derrama. Uma situação tanto mais agravada quanto é certo que se mistura nesta orçamentação o aumento previsto do IMI, que por imposições legais não pode ser orçamentado – aumento esse ao qual o PCP se opôs claramente.
2.      Surgem no orçamento da Receita verbas avultadas relativas a Outras Receitas Correntes, cujo grau de execução está totalmente por demonstrar ou justificar.
3.      Parece excessiva, se não mesmo irrealista, a previsão de venda de 487 fogos municipais.
4.      Do mesmo modo, embora mais realista que as verbas previstas em anteriores planos, os 68 milhões de euros para a concretização de venda de terrenos pode ser de difícil realização, sendo que o PCP tem as maiores reservas ou mesmo oposição relativamente a algumas alienações propostas.
5.      As Despesas relativas a Pessoal, Aquisição de Bens e Serviços, Serviço de Dívida, não estão devidamente sustentadas ou justificadas sendo que muitas delas nos parecem sub-avaliadas, facto que a verificar-se, levantará diversos problemas futuros, em termos do cumprimento do Orçamento e Plano de Actividades proposto para 2010..
6.      No entanto, neste aspecto, há, entre outras, uma situação que recolhe total oposição do PCP: a venda do terreno da antiga Central Leiteira, junto da antiga Feira Popular.  
 
A CDU, fiel aos seus compromissos para com a população, continuará a bater-se para que os instrumentos de gestão respondam aos problemas da Cidade – o que em boa parte não acontece nos documentos aprovados
na Câmara de Lisboa.
 
Lisboa, 5 de Março de 2010

 

Temas: , , ,
publicado por teresa roque às 01:45
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 28 de Outubro de 2009

CDU: Oposição e trabalho ao serviço da população de Lisboa

 
Devido à onda de especulação que parece estar a levantar-se em algumas Redacções, a CDU de Lisboa esclarece o que se segue.
 
Não foi firmado nem está a ser preparado qualquer acordo global para a Cidade.
 
A CDU na Cidade de Lisboa, no quadro da afirmação do seu projecto e dos seus compromisso, tomará a iniciativa e bater-se-á pelas propostas necessárias à defesa e valorização da Cidade de Lisboa e dos interesses da sua população e combaterá todas as medidas negativas da gestão PS.
 
A CDU afirmará esta posição própria e independente na Câmara, na Assembleia Municipal e nas Freguesias.
 
É nesta base que após as eleições autárquicas, em que é absolutamente natural que as forças políticas conversem para analisar como construir a viabilidade do funcionamento dos órgãos autárquicos, que se verificaram contactos da CDU com o PS e outras forças políticas para analisar o problema da constituição dos executivos nas Juntas de Freguesia de Lisboa e da Mesa da Assembleia Municipal.
 
A posição da CDU quanto à Mesa da Assembleia Municipal de Lisboa e à sua Presidência será marcada pela análise independente que fará tendo em conta os resultados eleitorais e a adopção de medidas que favoreçam o melhor funcionamento da Assembleia.
 
Em relação às Juntas de Freguesia, as organizações e os eleitos locais analisam caso a caso em cada freguesia e no quadro da independência política da CDU, se convidam outras forças para os executivos a que a CDU preside ou se aceitam integrar executivos presididos por outras forças políticas como sempre aconteceu depois de um acto eleitoral autárquico, sempre em defesa dos interesses da Cidade.
 
Tudo o resto que se escrever não passa de mera especulação.
 
A CDU continua a entender que é nas políticas que está a solução para os problemas da Cidade e não nos cargos e pessoas. É pois pela mudança necessária nas políticas que a CDU e os seus eleitos continuarão a bater-se nos órgãos agora eleitos.
 
Lisboa, 27 Outubro de 2009
A CDU de Lisboa
publicado por cdulumiar às 17:00
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Comunicado CDU: Oposição e trabalho ao serviço da população de Lisboa

Devido à onda de especulação que parece estar a levantar-se em algumas Redacções, a CDU de Lisboa esclarece o que se segue.
 
Não foi firmado nem está a ser preparado qualquer acordo global para a Cidade.
 
A CDU na Cidade de Lisboa, no quadro da afirmação do seu projecto e dos seus compromisso, tomará a iniciativa e bater-se-á pelas propostas necessárias à defesa e valorização da Cidade de Lisboa e dos interesses da sua população e combaterá todas as medidas negativas da gestão PS.
 
A CDU afirmará esta posição própria e independente na Câmara, na Assembleia Municipal e nas Freguesias.
 
É nesta base que após as eleições autárquicas, em que é absolutamente natural que as forças políticas conversem para analisar como construir a viabilidade do funcionamento dos órgãos autárquicos, que se verificaram contactos da CDU com o PS e outras forças políticas para analisar o problema da constituição dos executivos nas Juntas de Freguesia de Lisboa e da Mesa da Assembleia Municipal.
 
A posição da CDU quanto à Mesa da Assembleia Municipal de Lisboa e à sua Presidência será marcada pela análise independente que fará tendo em conta os resultados eleitorais e a adopção de medidas que favoreçam o melhor funcionamento da Assembleia.
 
Em relação às Juntas de Freguesia, as organizações e os eleitos locais analisam caso a caso em cada freguesia e no quadro da independência política da CDU, se convidam outras forças para os executivos a que a CDU preside ou se aceitam integrar executivos presididos por outras forças políticas como sempre aconteceu depois de um acto eleitoral autárquico, sempre em defesa dos interesses da Cidade.
 
Tudo o resto que se escrever não passa de mera especulação.
 
A CDU continua a entender que é nas políticas que está a solução para os problemas da Cidade e não nos cargos e pessoas. É pois pela mudança necessária nas políticas que a CDU e os seus eleitos continuarão a bater-se nos órgãos agora eleitos.
 
Lisboa, 27 Outubro de 2009
A CDU de Lisboa
publicado por cdulumiar às 09:19
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 11 de Outubro de 2009

Soluções da CDU para uma vida melhor

  

Consulte regularmente www.pcp.pt/index.phpwww.osverdes.pt

publicado por Sobreda às 00:01
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 10 de Outubro de 2009

Programas eleitorais da CDU nas Freguesias de Lisboa

faixafreggg.jpg

Encontram-se disponíveis para consulta as listas dos candidatos da CDU à Câmara e Assembleia Municipais, bem como todos os Programas da CDU para as Freguesias de Lisboa.

 
Ver www.dorl.pcp.pt/cidadelisboa/index.php?option=com_content&task=view&id=538&Itemid=1 e www.dorl.pcp.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=3147&Itemid=125

 

publicado por Sobreda às 00:30
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 9 de Outubro de 2009

Programa da CDU para a Assembleia de Freguesia do Lumiar (parte 4)

Coligação Democrática Unitária, fiel aos seus compromissos de trabalho, competência, honestidade e participação, defende para o Lumiar as seguintes medidas (extracto):

 
Saúde
- Por uma freguesia saudável defendemos, junto dos poderes central e regional, a dotação de mais recursos médicos de clínica geral, médicos especialistas, enfermeiros e outros profissionais para o Centro de Saúde do Lumiar e respectivas extensões.
- Defendemos a instalação de novas unidades de saúde de proximidade nos grandes bairros mais afastados do Centro de Saúde, são exemplo Telheiras e Alto do Lumiar (exigimos a criação de Unidade de Saúde, construída de raiz, dado que a solução actual de instalação em lojas da EPUL não serve a população nem os profissionais de saúde).
- Defendemos um clara intervenção da Junta em parceria com outras entidades e população, nos factores ambientais e urbanos determinantes para a saúde tais como o ruído, poluição e higiene urbana e o controlo de outros vectores, tais como o comércio de bens alimentares e outros, para tal propomos a criação de uma comissão de Saúde na Assembleia de Freguesia.
 
Segurança
- Promover a ligação entre as forças de segurança, as populações e as instituições locais, através de um conselho local de segurança a criar no âmbito da Assembleia de Freguesia.
- Identificação das situações e pontos críticos de insegurança e introdução de medidas de limitação do risco em cooperação com as populações e forças de segurança e protecção civil.
- Defendemos o regresso às funções para a qual foi criada a esquadra do Alto do Lumiar. Competindo ao poder central encontrar uma solução para a Polícia de Trânsito que neste momento ocupa as instalações.
 
Transportes públicos
- Reclamar junto da Carris por mais e melhores transportes, principalmente os transversais ao território da freguesia, com horários prolongados à noite e fins-de-semana.
- Reclamação de protectores nas paragens nomeadamente, Alameda da Linhas de Torres, Telheiras / Alto da Faia, Alto do Lumiar entre outras.
 
Consultar o blogue http://cdulumiar.blogs.sapo.pt para outros pormenores destas e de outras propostas de intervenção política para a Freguesia do Lumiar.
publicado por Sobreda às 00:30
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 8 de Outubro de 2009

Programa da CDU para a Assembleia de Freguesia do Lumiar (parte 3)

A Coligação Democrática Unitária, fiel aos seus compromissos de trabalho, competência, honestidade e participação, defende para o Lumiar as seguintes medidas (extracto):

 
Habitação
- Intervir no processo de conservação e melhoria dos bairros municipais (Telheiras e Alto da Faia, Bairro da Cruz Vermelha, Quinta do Lambert e Alto do Lumiar) apoiando e estimulando a participação dos moradores, para uma rápida reabilitação dos mesmos, fomentando a assinatura de protocolos de competência com as Associações de Moradores.
- Intervenção e acompanhamento directo na prometida e há muito reivindicada reabilitação da Rua Pedro Queirós Pereira.
- Acompanhamento na atribuição do alvará de AUGI na Quinta do Olival.
 
Higiene Urbana
- Assegurar a higiene das ruas, passeios e espaços públicos promovendo a varredura mecânica e a lavagem das ruas com água de origem alternativa.
- Sugerir em colaboração com os moradores/utilizadores junto dos serviços da CML quais os melhores locais para a colocação de pontos de recolha selectiva dos lixos. Como exemplo da deficiente e/ou má escolha temos a zona da Rua André Gouveia/Rua Jaime Lopes Dias/Rua Garcia Resende.
- Assegurar a monda química (retirada de ervas daninhas dos passeios) e a poda selectiva do arvoredo que em algumas zonas da freguesia atingiu já dimensões preocupantes.
 
Património
- Requalificação de todo o património histórico da Freguesia (Paço do Lumiar, Estrada do Paço, Quinta de Nossa Senhora da Paz, Ermida de S. Sebastião, Casa de Cesário Verde, Rua do Lumiar, Telheiras e outras).
- Reabilitação urgente do património habitacional sempre que a mesma seja possível, atribuindo-lhe de imediato destino (quer para habitação, quer para utilização pública, evitando assim a sua nova degradação), a Rua do Lumiar é um bom exemplo de como não se deve tratar o património camarário.
- Recuperação dos edifícios com Prémio Valmor.
 
Consultar o blogue http://cdulumiar.blogs.sapo.pt para outros pormenores destas e de outras propostas de intervenção política para a Freguesia do Lumiar.
publicado por Sobreda às 00:30
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 7 de Outubro de 2009

Programa da CDU para a Assembleia de Freguesia do Lumiar (parte 2)

A Coligação Democrática Unitária, fiel aos seus compromissos de trabalho, competência, honestidade e participação, defende para o Lumiar as seguintes medidas (extracto):

 
Educação, juventude e desporto
- Promover um grande encontro desportivo anual da freguesia, em parceria com os clubes e associações desportivas, apoiando com meios técnicos, e financiando as actividades desportivas populares.
- Instalação da Casa da Juventude na Quinta dos Lilases.
- Valorização dos estabelecimentos de ensino pré-escolar, básico (1º, 2º e 3º ciclos) e jardins infantis públicos existentes, dinamizando os seus profissionais docentes, não docentes, os pais e as populações em geral, para que, além de educativa, o Lumiar seja uma freguesia educadora.
- Patrocinar à população sempre que possível, o equipamento adequado aos hábitos e costumes populares - propomos por exemplo a construção de um campo de malha junto ao PER / Alto da Faia I, Rua Prof. Prado Coelho/Rua Prof. Queiroz Veloso.
- Criação e implementação de circuito de manutenção devidamente equipado na Quinta das Conchas.
- Exigir, tal como foi prometido à freguesia, a reconstrução do Polidesportivo e Piscina do Lumiar, demolidas e consequência da passagem do Eixo N/S.
 
Ambiente e espaços verdes
- Recuperação e conservação dos espaços verdes e outros espaços de fruição pública por acção directa em colaboração com as populações, bem como a construção de outros nas novas urbanizações – na área da Rua Armindo Rodrigues / Rua Frederico George / Rua Abel Salazar, Alto da Faia II, existem dezenas de caleiras de árvores vazias!
- Criação e implementação de circuito de manutenção devidamente equipado na Quinta das Conchas.
- Reflorestação da zona do Vale do Forno, parque urbano prometido há longo tempo.
- Colocação de mesas, bancos e pérgolas ( pala / toldo ), nos locais possíveis para usufruto da população (são exemplos Telheiras / Alto da Faia I junto ao PER, início da R. Helena Vaz da Silva, Bairro da Cruz Vermelha entre outros).
 
Consultar o blogue http://cdulumiar.blogs.sapo.pt para outros pormenores destas e de outras propostas de intervenção política para a Freguesia do Lumiar.
publicado por Sobreda às 00:30
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Candidato da CDU diz estar absolutamente confiante

O candidato da CDU à CML, Ruben de Carvalho, afirmou estar “absolutamente confiante nos resultados de domingo”, dizendo não entender o apelo do candidato do PS à maioria absoluta.

“Estou absolutamente confiante nos resultados de domingo e se António Costa voltou a pedir a maioria absoluta, não sei porque é que ele voltou a pedi-la, pois ele não a tinha”, disse Ruben de Carvalho durante uma arruada em Benfica.
O cabeça de lista da CDU considerou que “ao fim destes dois anos os lisboetas têm acrescidas razões para não darem maiorias absolutas a ninguém e, muito menos, ao partido socialista. Se há coisa que rigorosamente não me preocupa é esse problema porque entendemos que em Lisboa não há lugar para muitas dúvidas. Se há um voto útil em Lisboa é o voto na CDU”.
Ruben de Carvalho escolheu as ruas de Benfica, por considerar tratar-se de uma zona onde o comércio local ainda persiste, “apesar da concorrência” e que “precisa de ser apoiado”, algo que a Câmara não tem feito.
“O mercado de Benfica é um dos mercados mais importantes de Lisboa”, mencionando também o de Campo de Ourique, ambas em “zonas que mantêm uma vivência de cidade, na sua vivência colectiva, económica, social e até cultural”.

 

Neste sentido, as prioridades da CDU para Lisboa passam pela “reabilitação urbana, recuperação de condições para que Lisboa possa recuperar a sua população, resolução dos problemas de mobilidade e melhoria geral das condições de vida, saneamento das finanças da Câmara e reorganização de todo o universo municipal”.
 
Ver http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1382684&seccao=Sul#
publicado por Sobreda às 00:08
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 6 de Outubro de 2009

Programa da CDU para a Assembleia de Freguesia do Lumiar (parte 1)

A Freguesia do Lumiar é das poucas freguesias de Lisboa em crescimento, facto que provoca um processo de mutação acelerada, que passa pela construção de novas centralidades e conduz à chegada de milhares de novas famílias.

O trabalho continuado dos eleitos da CDU nos órgãos autárquicos da freguesia e da cidade, intervindo e acompanhando os problemas da freguesia, com a colaboração dos activistas da CDU, é reconhecido por muitos cidadãos que, independentemente da sua ‘cor’ política, confiam na capacidade de trabalho, sensibilidade e competência dos nossos candidatos para defender o progresso e bem estar da população do Lumiar.
 
A Coligação Democrática Unitária, fiel aos seus compromissos de trabalho, competência, honestidade e participação, defende para o Lumiar as seguintes medidas (extracto):
 
Acção social e pública
- Melhoria dos serviços da Junta através de uma efectiva organização interna e da melhoria das condições de trabalho dos seus trabalhadores, aumentando a sua motivação e qualidade do desempenho.
- Organização de equipa de apoio a pequenas obras nas habitações degradadas de famílias carenciadas, segundo regulamento a aprovar em Assembleia de Freguesia.
 
Acessibilidades
- Desnivelamento da Av. Rainha D. Amélia sob a Av. Padre Cruz.
- Pressionar a CML para a criação de parques de estacionamento periférico, bem como a criação de estacionamento autorizado para moradores à superfície e subterrâneo, e a abertura imediata dos construídos e não abertos ao público - por exemplo o parque do metropolitano no Lumiar centro.
 
Cultura
- Desenvolver em cooperação com as associações e colectividades um plano plurianual de actividades culturais nas suas diversas expressões, potenciando os recursos e infra-estruturas locais, com o devido apoio técnico e financeiro segundo critérios elaborados em conjunto e tornados públicos, potenciando a troca de experiências e projectos entre as diversas Associações e/ou colectividades nos vários bairros da freguesia.
- Promover e dar mais vida às actividades de teatro, exposições e outras realizações artísticas locais, apoiando-as técnica e financeiramente. Fomentado por exemplo, o amplo usufruto pelas associações e população do equipamento e das condições existentes na Quinta das Conchas e dos Lilases.
 
Consultar o blogue http://cdulumiar.blogs.sapo.pt para outros pormenores destas e de outras propostas de intervenção política para a Freguesia do Lumiar.
publicado por Sobreda às 00:30
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Inválidos do Comércio apresenta projectos

Ainda durante a recente visita de sábado, dia 3 de Outubro, parte do dia de campanha do cabeça de lista da CDU à CML, Ruben de Carvalho, e restantes candidatos à CML, AML e Freguesias da Ameixoeira, Carnide, Charneca e Lumiar, foi passada em contactos com as diversas colectividades destas freguesias.

O presidente dos Inválidos do Comérico, engº Vitor Damião, recebe Ruben de Carvalho, cabeça de lista da CDU e restantes candidatos à AML, CML e Freguesias 

A direcção dos Inválidos do Comércio apresenta os seus novos projectos

Na foto de cima reconhecem-se elementos da direcção da cidade de Lisboa e os vereadores Ruben de Carvalho, Rita Magrinho e Manuel Figueiredo

 

Através desses encontros, nos quais os membros da Coligação Democrática Unitária foram particularmente muito bem recebidos, os candidatos da CDU procuraram fazer um balanço das dificuldades que aquelas associações têm sentido, durante os mandatos de direita na Câmara de Lisboa, desde 2002. 

 

 Na foto de cima, Teresa Roque, cabeça da lista da Freguesia do Lumiar e Ruben de Carvalho

 

Na foto, reconhecem-se, da esquerda para a direita, David de Castro, cabeça de lista à Freguesia da Charneca, o vereador Manuel Figueiredo, Alberto Grijó e Teresa Roque 

 

 

Na foto, da esquerda para a direita, Alberto Grijó, Teresa Roque (candidatos no Lumiar), Ruben de Carvalho, Vitor Damião, presidente da direcção dos Inválidos do Comércio, a vereadora Rita Magrinho e Carlos Chaparro.

publicado por Sobreda às 00:16
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 4 de Outubro de 2009

Visita da CDU às colectividades

O cabeça de lista da CDU, Ruben de Carvalho, acompanhado da candidata de "Os Verdes", Cláudia Madeira

 

Ontem, sábado dia 3 de Outubro, parte do dia de campanha do cabeça de lista da CDU à CML, Ruben de Carvalho, e restantes candidatos à CML, AML e Freguesias da Ameixoeira, Carnide, Charneca e Lumiar, foi passada em visita às diversas colectividades destas freguesias.

 

O cabeça de lista da CDU, Ruben de Carvalho, acompanhado do candidato na Freguesia da Ameixoeira, Bruno Rôlo

 

Através desses encontros, nos quais foram particularmente muito bem recebidos, os candidatos da CDU procuraram fazer um balanço das dificuldades que aquelas associações têm sentido, durante os mandatos de direita na Câmara de Lisboa, desde 2002.

 

publicado por Sobreda às 09:12
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 3 de Outubro de 2009

CDU acusa PSD de gestão danosa de Lisboa com o apoio do PS

O ‘número um’ da lista de candidatos da CDU à CML, Ruben de Carvalho, acusou o adversário Santana Lopes de ser responsável por “muitos males de que a cidade ainda sofre”, sublinhando que durante o mandato na presidência da autarquia o PSD teve o apoio do PS.

“Muitos males de que a cidade ainda sofre são fruto dos anos da gestão PSD de Santana Lopes e Carmona Rodrigues, mas é preciso não esquecer que o que o PSD fez foi com o apoio do PS”, afirmou Ruben de Carvalho, no final da apresentação dos candidatos da CDU às freguesias de S. Miguel e Santo Estevão.
“O PS é que agora pode dizer que não tido o apoio do PSD”, acrescentou, referindo-se a muitas das propostas do executivo socialista da autarquia chumbadas pela maioria social-democrata na Assembleia Municipal.
Ruben de Carvalho falava no Largo de Chafariz de Dentro, em frente do Museu do Fado, uma das obras “da coligação” PS/CDU nos anos 90 na Câmara de Lisboa que o candidato destacou.
A propósito da “guerra de cartazes”, o cabeça-de-lista da CDU à CML lembrou que “o conflito não é entre a CML e a AML. É entre o executivo PS (na CML) e a maioria social-democrata na Assembleia Municipal”, e nada tem a haver com os verdadeiros interesses dos munícipes.
Referindo-se à área da reabilitação urbana, Ruben deu o exemplo de Alfama para mostrar o trabalho que ficou por fazer. “Fomos nós que começámos com a reabilitação urbana na cidade. Muitos recordam as obras que começaram com a CDU e sabem também quando elas pararam. Foi em 2002, quando as eleições autárquicas deram a vitória a Santana Lopes”.
“A diferença em Lisboa tem sido feita pela CDU. Esperamos que a comunicação social tenha de facto em conta todos os candidatos à autarquia”, afirmou Ruben de Carvalho, referindo-se à bipolarização e dando o exemplo a imprensa de 4ª fª passada: “nos jornais vi notícias sobre iniciativas da candidatura de Santana Lopes, de António Costa, mas não vi nada da CDU”.
 
Ver http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1403242&idCanal=12
publicado por Sobreda às 00:14
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 2 de Outubro de 2009

A cidade ficará melhor se a CDU tiver mais poder na autarquia

Ruben Carvalho num passeio por Lisboa - Foto Lusa

 

Ruben de Carvalho, cabeça de lista da CDU na corrida à CML admitiu ontem, 5ª fª à tarde, durante um passeio por algumas ruas de Lisboa, que um dos objectivos da coligação é “eleger mais vereadores na Câmara, na Assembleia Municipal e ganhar mais Juntas de Freguesia”.
Ainda não eram 16h quando o candidato chegou à Praça Paiva Couceiro, para descer a Rua Morais Soares e ficar-se pela Portugália, na Avenida Almirante Reis. “Isto não é uma arruada, é só um passeio e uma forma de chegar às pessoas. Para uma arruada falta a banda e o cavalo”, brincou.
Com algumas bandeiras na mão e, por perto, um carro com a tradicional ‘Carvalhesa’, Ruben de Carvalho entrou em quase todas as lojas da Rua Morais Soares. Entregou panfletos, distribuiu sorrisos e parou para falar com quem o interpelasse.
“Pensei que as pessoas estivessem mais cansadas, depois da campanha legislativa que tivemos”, confessou aos jornalistas que o acompanhavam no passeio. “Não posso falar pelas outras forças políticas mas, no meu caso até agora, não senti nada a não ser boa vontade e até incentivo”, acrescentou.
Apesar da prioridade “ser a CDU” e a eleição de mais vereadores, Ruben de Carvalho, admite que o futuro da Câmara de Lisboa “poderá ser diferente” se ganharem outros candidatos. Todavia, recusa comentar, apesar da insistência dos jornalistas, qual dos adversários poderá ser pior: “o que fará, certamente diferença, é a CDU ter mais força”, concluiu.
Ao terceiro dia de campanha, o candidato da CDU, destaca ainda a força “anímica” dos militantes, que depois de duas semanas na estrada com a campanha legislativa, têm aparecido “em força” nas iniciativas autárquicas.
 
Ver http://diario.iol.pt/politica/ruben-carvalho-cdu-cml-campanha-autarquicas-autarquicas-2009/1092985-4072.html
publicado por Sobreda às 01:48
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 30 de Setembro de 2009

Programa dos Candidatos da CDU em Lisboa até 1 de Outubro

 

Programa de Ruben de Carvalho
30-Set, 4ªf
11.00 – CML - Reunião com o STML. Com Ruben de Carvalho, Miguel Tiago e Cláudia Madeira
16.00 - Z. Centro – Pena - Visita de comerciantes. Ponto de encontro: Campo dos Mártires da Pátria. Com Ruben de Carvalho, Cláudia madeira, Miguel Tiago, João Saraiva e Carlos Moura
21.00 - Zona Centro – Sº Estêvão e S. Miguel - Apresentação dos candidatos. Largo do Chafariz de Dentro. Com espectáculo musical e intervenção política. Com Ruben de carvalho, Inês Zuber e Modesto Navarro.
1-Out, 5ªf
10.00 - Z. Oriental - Graça/S.ta Engrácia. Contacto com a população e comerciantes. Largo da Graça/Sapadores. Com Ruben de Carvalho, Cláudia Madeira, Inês Zuber e Rita Magrinho.
15.30 - Z. Oriental - P. França/S. João/Arroios. Contacto com a população e comerciantes – Pr. Paiva Couceiro/Rua M. Soares/Av. Alm. Reis/Portugália. Com Ruben de Carvalho, Cláudia Madeira, Inês Zuber.
.
Programa de outros candidatos
30-Set, 4ªf
09.30 - Z. Norte – Carnide - Contacto com a população – Com Carlos Moura
12.00 - Z. Oriental – Marvila - Contacto com trab. das empresas locais. Ponto de encontro: Clube Futebol Chelas. Com Rita Magrinho
16.30 - Z. Oriental – Olivais - Acção contacto com a população: Shopping dos Olivais. Com Miguel Tiago
18.30 - Z. Oriental – Marvila - Distribuição de programa e lista, contactos junto da PRODAC/Vale Fundão – Ponto de encontro: entrada do bairro. Com Miguel Tiago, Carlos Carvalho e Ana Pascoa
21.30 - Z. Oriental – Vicente – Sessão de esclarecimento - Espaço CDU. Com Manuel Figueiredo
01-Out, 5ªf
09.30 - Z. Norte – Carnide - Contacto com a população. Com Modesto Navarro
18.30 - Z. Oriental – Marvila - Distribuição de programa e lista - Bº Amendoeiras - Saída do Metro de Chelas. Com Manuel Figueiredo
18.30 – Cidade - Debate na ILGA. Com Carlos Moura
20.30 - Z. Centro - Colina de Santana - Jantar CDU no CT Vitória, Av. Liberdade, 170. Com Rita Magrinho e Isabel Guimarães

 

Ver http://cdudelisboa.blogspot.com/2009/09/programa-dos-candidatos-da-cdu-em.html

publicado por Sobreda às 00:10
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 27 de Setembro de 2009

Contar com o trabalho dos eleitos da CDU

Muitas são as razões para que os activistas da CDU se sintam satisfeitos: eles foram os construtores de uma intensa, ampla e esclarecedora campanha, que fica marcada, ainda, pela realização das mais participadas de todas as iniciativas eleitorais.

Têm razão também, esses activistas, para se sentirem cansados, dado o enorme esforço que desenvolveram – um esforço sempre superior ao dos activistas (chamemos-lhes assim…) das restantes forças políticas. Por muitas e conhecidas razões.
É sabido que um voto na CDU dá sempre mais trabalho a conquistar do que um voto de qualquer das outras forças concorrentes, já que estas, todas, contam com o apoio da comunicação social dominante, que funciona como seu activo instrumento da propaganda.

 

 

A explicação para esse apoio é simples: sendo os média dominantes propriedade do grande capital e sendo o grande capital o principal interessado na política de direita, esses média, agindo, naturalmente, de acordo com os interesses dos seus patrões, propagandeiam tudo o que, directa ou indirectamente, favorece essa política e silenciam, deturpam ou manipulam a actividade dos que, de facto, combatem a política de direita – no caso, as forças que integram a CDU. E é assim não apenas no decorrer das campanhas eleitorais, mas durante todo o ano. E todos os anos…
Deste modo, a batalha pela conquista de cada voto novo na CDU comporta exigências que passam por afastar dos eleitores a imagem negativa que os média difundiram, vencer preconceitos – tarefa complexa, como se sabe – e pela apresentação da imagem real da CDU, com as suas propostas e os seus objectivos.
Apesar de tudo isso, para domingo os activistas da CDU estão confiantes num bom resultado, no aumento do número de votos e de deputados, em relação às anteriores eleições legislativas. E se assim for – como é quase certo que será – então o essencial desta batalha estará ganho.
Avante, 2009-09-24
Temas: ,
publicado por cdulumiar às 01:00
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 25 de Setembro de 2009

A CDU avança com toda a confiança

O Campo Pequeno foi ontem à noite um campo, grande, imenso, de força, de confiança, de determinação. Cerca de 7 mil apoiantes da CDU encheram-no a transbordar para aquele que foi o maior comício desta campanha de qualquer força política.

Do balcão, da plateia e das galerias daquele histórico recinto pulsava a certeza que no próximo domingo se confirmará nas urnas o crescimento da CDU verificado nas ruas ao longo destes meses. Como diria mais tarde nessa noite Jerónimo de Sousa, o que começou por parecer uma decisão algo ousada – realizar ali o comício – cumpriu-se plenamente. Tal como no Porto e em Évora, aliás 1.
Depois de um apetitoso intróito musical, os discursos foram iniciados por uma representante das Juventudes, seguindo-se Corregedor da Fonseca, pela Intervenção Democrática e Heloísa Apolónia, do Partido Ecologista “Os Verdes.
 

 

 

Jerónimo de Sousa, candidato da CDU às eleições legislativas, voltou a criticar as opções do Governo socialista para o combate ao défice, apelando à batalha contra o défice uma “vitória efémera”, um “grande feito que já não o é”, sobre o qual se faz agora um “religioso silêncio, acerca de quem vai pagar a factura”.
“Que ninguém se iluda. Este silêncio tem ‘água no bico’. Este silêncio não é sério porque esconde deliberadamente o que de novo preparam, se tiverem força e votos para isso”, disse, perante sete mil apoiantes (número que ele próprio anunciou), que assobiavam e apupavam veementemente a cada vez que se proferia o nome de José Sócrates.
Depois, o secretário-geral do PCP acusou o PS, o PSD e também o CDS de terem “nos seus programas mais sacrifícios para o povo. Uns e outros não dizem ao povo como se combate a pobreza, o desemprego, a injustiça fiscal e propõem que se mantenha intocável o privilégio e benefício dos intocáveis”.
O candidato da CDU aludiu à intervenção de Manuel Alegre num comício do PS, em que o histórico socialista falou de “esquerda possível. Esta é apenas a esquerda que copia a direita e torna inútil o voto do povo. A esquerda que deixa a direita sem saber mais o que fazer, porque tomou as suas principais políticas e propostas”, disse, dizendo que “esta ‘esquerda possível’ é tão só ‘esquerda faz de conta’”.
 

 

No discurso do Campo Pequeno, Jerónimo de Sousa voltou a comparar PS e PSD e a dizer que, entre um e outro, são poucas as diferenças. “O voto no PS é fortalecer a política de direita, é dar força à política que o PSD não desdenharia realizar”.
Fez ainda o mais insistente apelo ao voto da campanha, como seria de esperar quando se vivem as últimas horas de campanha eleitoral. Prometeu que quem votar CDU, encontrará na coligação “a opção mais segura, não apenas em palavras ou em frases feitas, para assegurar uma alternativa verdadeiramente de esquerda. Convirjam connosco na opção eleitoral, votando na força amiga, combativa e solidária”.
Voltou a apelar (mas desta vez de uma forma mais insistente) aos desiludidos do PS e alertou os que “parecem de novo atraídos pelas palavras doces e delicadas do PS”. A esses, pediu que vissem que “ainda os votos não estão contados” e já se assiste a uma «soberba arrogância. É vê-los e ouvi-los, como ontem o PS enfunado pelas sondagens, perder o verniz e voltar a ajustar contas com a luta de quem lutou contra a sua política”.
Jerónimo de Sousa reforçou, assim, o apelo que tem feito ao longo de toda a campanha, que se combata a política de direita e que cada apoiante e cada militante participe activamente no apelo ao voto, até domingo, altura em que pretende ver reforçado o número de votos na CDU e também o número de deputados eleitos para a Assembleia da República 2.
 
1. Ver www.cdu.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=827&Itemid=107
2. Ver www.destakes.com/redir/c7590c9a17a31c7a1514471cb431e4c4
Temas: ,
publicado por Sobreda às 12:50
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Vamos a votos!

«A opção que se coloca a cada eleitor é simples:

- ou votar na continuação da política de direita que - aplicada ora pelo PS ora pelo PSD ao longo de 33 anos - conduziu o País ao estado em que está;
- ou votar na ruptura com essa política e na implementação de uma nova política, de esquerda, que inicie a resolução dos muitos e graves problemas existentes.
A troca de acusações com que o PS e o PSD têm vindo a desviar as atenções do eleitorado dessa questão principal - fingindo que são alternativa um ao outro; fingindo que entre eles há diferenças no que respeita à política que pretendem aplicar; fingindo que nada têm a ver com a política praticada por ambos nos últimos 33 anos - é a prova mais clara da intenção comum a Sócrates e a Ferreira Leite de darem continuidade à política de direita de que ambos têm sido os implacáveis executantes.
Do outro lado da política de direita e dos partidos que a têm praticado e querem continuar a praticar está a CDU, contrapondo-lhes uma política alternativa de facto e assumindo-se como alternativa política de facto.
E a ampla adesão das populações à campanha eleitoral da CDU é um sinal inequívoco de que essa alternativa vai avançando, vai ganhando terreno, vai conquistando mais e mais apoiantes.
Isto apesar do tratamento de excepção a que os média dominantes submetem as iniciativas eleitorais da CDU, numa prática de distribuição de simpatia e de elogios por todas as outras forças concorrentes, e do contrário de tudo isso em relação à CDU.
É nessa mesma linha de comportamento que devem ser vistas as chamadas «sondagens de opinião» - utilizadas cada vez mais, não como instrumentos de avaliação das intenções de voto dos eleitores, mas como instrumentos de influenciar o voto.
No entanto, e apesar disso, a CDU avança. Com toda a confiança.
E o seu resultado eleitoral está ainda em processo de construção - ou seja: daqui até dia 27, muitos votos podem ser, e devem ser, conquistados. É essa a tarefa que se coloca a todos os candidatos e activistas da Coligação Democrática Unitária.
Com a profunda convicção - atrevo-me a dizer: com a profunda certeza - de que, no domingo, a CDU obterá mais votos e elegerá mais deputados do que nas anteriores eleições legislativas.
E se assim for, uma coisa pelo menos é certa: no dia 28, a luta continuará mais participada e mais forte - sendo que, nesse sentido e com esse objectivo, o voto na CDU é o único que conta».
Fernando Samuel, 20.09.2009
Temas: ,
publicado por cdulumiar às 08:59
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Como derrotar a direita

«Em Portugal vive-se um ambiente de medo como nunca se viu»: gritou a líder do PSD, certamente pensando lá para si que a Madeira é o único recanto deste jardim da Europa onde não há medo... - e receitou que «a única forma de acabar com esta situação é afastar José Sócrates do poder.

É verdade que centenas de milhares de portugueses vivem num ambiente de medo. Melhor dizendo, de medos: medo de perder o emprego, medo de não arranjar emprego, medo de não receber o salário, medo das reformas e pensões de miséria, medo do presente, medo do futuro, etc, etc, etc.
Todavia, é injusto responsabilizar José Sócrates - só ele - por tais medos. E é falsa a afirmação de que afastando-o do poder - só a ele - acabam os medos.
Na realidade, os muitos medos que percorrem a sociedade portuguesa são medos característicos de um regime assente no domínio do grande capital, ou seja, assente na violência da exploração e da opressão.
E é esse regime que tem vindo a ser construído, há 33 anos, precisamente pelo PS (de Soares, Alegre, Guterres, Sócrates, etc.) e pelo PSD (de Cavaco, Marcelo, Barroso, Manuela Ferreira Leite, etc.) - num processo que pela sua longevidade (33 anos!) e pela sempre assegurada alternância (PS/PSD/CDS!) na execução da mesma política de direita pariu este regime de política única, praticada por um partido único bicéfalo.
Regime sustentado no medo e gerador de medos. Por isso Ferreira Leite está enganada - ou melhor quer enganar-nos... - quando diz que «a única forma de acabar com esta situação é afastar Sócrates do poder».
De facto, a «única forma de acabar com esta situação» é afastar do poder a política de direita praticada pelo PS de José Sócrates e pelo PSD de Manuela Ferreira Leite - e substituí-la por uma política de esquerda, ao serviço dos interesses dos trabalhadores, do povo e do País.
É nesse sentido que as eleições do próximo domingo podem vir a constituir um significativo passo em frente para acabar com esta situação. Para acabar com o medo. Com os medos».
Fernando Samuel, 21.09.2009
Temas: ,
publicado por cdulumiar às 08:53
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 24 de Setembro de 2009

Hoje há comício da CDU em Lisboa

 

Temas: ,
publicado por cdulumiar às 08:44
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 23 de Setembro de 2009

Quatro anos depois, como ficou o país?

 

 

Terça-feira, 22 de Setembro de 2009

Campanha da CDU em Carnide

No passado domingo a CDU esteve em campanha em Carnide, com especial destaque para o espaço da Feira da Luz e seus visitantes.

 

 

 

Os diversos candidatos à Câmara e Assembleia Municipais, bem como à Assembleia de Freguesia de Carnide procederam à distribuição do ‘Programa de ruptura de esquerda’, apresentando as razões e vantagens para se votar na Coligação Democrática Unitária.

 

 

 

Está nas mãos dos portugueses assegurar, com o apoio do trabalho, honestidade e competência dos eleitos da CDU, a construção de uma política ao serviço dos trabalhadores, do povo e do País.

 
Toda a informação e jornal de campanha encontra-se disponível em www.cdu.pt
publicado por Sobreda às 00:57
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 21 de Setembro de 2009

Candidatos da CDU visitaram de novo o Bairro da Cruz Vermelha

 

No passado sábado à tarde, dia 19 de Setembro, os candidatos da CDU à Câmara Municipal, incluindo o candidato à presidência da Câmara, Ruben de Carvalho, e à Assembleia de Freguesia do Lumiar, nomeadamente, Teresa Roque e outros elementos da lista da CDU, levaram a efeito uma nova visita às instalações da Associação de Moradores do Bairro da Cruz Vermelha.

 

De seguida repetiu-se uma nova visita pelo bairro, para contactos com os seus moradores e prestação de esclarecimentos sobre as medidas contidas no programa da CDU para a cidade, os bairros municipais e a Freguesia em particular.
 

 
Constatou-se também das condições de habitabilidade, da ausência de equipamentos e das latentes deficiências do espaço público, a par da construção em curso de novos empreendimentos para venda livre.
publicado por Sobreda às 00:28
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Também há quem ganhe porque engana os portugueses

Jerónimo de Sousa afirmou, no comício de ontem no Porto, que o PS tem sido eleito porque engana os portugueses com o “papão da direita”, alertando que a actual situação do país não permite “novos enganos”.

No comício da CDU no Palácio do Cristal, onde o secretário-geral do PCP disse estarem “cerca de cinco mil pessoas”, Jerónimo de Sousa afirmou que “não se combate a direita fazendo-lhe o frete de fazer a política que é dessa mesma direita”. “Não venha agora o PS agitar o papão do PSD e da direita, para continuar a fazer o que a direita gostaria de fazer directamente”.
Para o líder comunista, “é em nome desse papão que o PS tem conseguido ganhar eleição após eleição e levar ao engano milhares de eleitores”, mas agora “o tempo e a situação do país não está para novos enganos”. Se a direita cresce a culpa é do PS.
“A direita avança e ganha crédito sempre que o PS lhe abre portas, sempre que o PS rasgou as suas promessas de esquerda, sempre que o PS caçou votos em nome de um alegado perigo que rapidamente esqueceu”
Jerónimo voltou a destacar as parecenças entre PS e PSD, pois têm, sustentou, “a mesmíssima veneração perante o capital financeiro, a mesmíssima recusa de fazer pagar à banca os impostos que qualquer pequeno ou médio empresário se vê obrigado a pagar”. Semelhanças que se estendem ao Código do Trabalho, à “injusta distribuição do rendimento nacional, na promoção de financeirização da economia, em detrimento dos sectores produtivos”.
Ambos desenvolvem “manobras de ocultação e mistificação para fazer esquecer o seu passado”, disse, recordando o apelo do líder do CDS para que os portugueses “não olhem para as políticas, mas para as pessoas”, porque “querem fazer das eleições uma espécie de concurso de beleza, esquecendo tudo o que são e o que fizeram”.
Pelo que, PS, PSD e CDS “bem podem limpar as mãos à parede”, porque “fizeram coisas muito feias, quando levaram a que este país seja hoje mais injusto, mais desigual, mais dependente, mais endividado”.
 
Ver http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=148571&dossier=Legislativas%202009
publicado por Sobreda às 00:12
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 18 de Setembro de 2009

Campanha da CDU na Zona Norte de Lisboa

 

A CDU procede, este fim-de-semana, a diversos contactos com a população, de que apenas aqui destacamos aqueles que terão lugar na Zona Norte de Lisboa.
 
Sábado, dia 19 de Setembro:
10h em Telheiras, com Modesto Navarro e Teresa Roque
10h em São Domingos de Benfica, no Mercado e Estrada de Benfica
10h em S. João, pelas Ruas Barão Sabrosa e Morais Soares, com Rita Magrinho
10h30 em Nª Srª de Fátima, no Mercado, com Manuel Figueiredo
11h30 em Carnide, com Ruben de Carvalho
15h na Freguesia do Campo Grande, com Graça Mexia
16h no Lumiar e Bairro da Cruz Vermelha, com Ruben de Carvalho, Libério Domingues, Teresa Roque e Sobreda Antunes
 
Domingo, dia 20 de Setembro:
10h na Ameixoeira, Charneca e Lumiar, Feira das Galinheiras, com Miguel Tiago
17h em Carnide, com Paulo Quaresma
 
Ver http://cdudelisboa.blogspot.com/2009/09/agenda-politica_17.html
publicado por Sobreda às 01:10
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 17 de Setembro de 2009

A CDU apresenta soluções

 

Acompanhe os 'Grandes momentos da campanha' em www.cdu.pt

Temas: ,
publicado por cdulumiar às 10:02
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 12 de Setembro de 2009

Encontro sobre Saúde

DOMINGO ­– 13/SET/ 2009 – 15.30H

NO LARGO DAS GALINHEIRAS
 
 Com a participação de:
 
BERNARDINO SOARES – Deputado do PCP na Assembleia da República;
 
BRUNO RÔLO – candidato a Presidente da Junta de Freguesia da Ameixoeira;
 
DAVID CASTRO - candidato a Presidente da Junta de Freguesia da Charneca;
 
TERESA ROQUE - candidata a Presidente da Junta de Freguesia do Lumiar.
   
Pela defesa do Serviço Nacional de Saúde (SNS):
 
· Exigimos o reforço de pessoal médico, de enfermagem, administrativo e auxiliar, no Centro de Saúde do Lumiar e suas Extensões, para que se acabe com a actual situação de cerca de 20.000 utentes sem médico de família nas Freguesias do Lumiar, Charneca e Ameixoeira;
 
· Reclamamos a construção urgente do novo edifício do Centro de Saúde, já com terreno disponível no Montinho de S. Gonçalo, para servir as populações da Ameixoeira e da Charneca;
 
·  Defendemos transferência dos serviços da Extensão da Charneca, actualmente a funcionar num edifício de habitação adaptado e sem condições de dignidade, para este novo equipamento a construir;
 
· Reivindicamos a resolução da solução provisória para a Extensão da Musgueira, actualmente a funcionar em lojas comerciais adaptadas, construindo um novo edifício definitivo, como está previsto no Plano do Alto do Lumiar;
 
Lutamos por melhores condições de trabalho para os profissionais de saúde e de atendimento para os utentes.
publicado por cdulumiar às 01:52
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Planos da Câmara são para eleitor ‘ver’ e privados ganharem

A CDU acusou o presidente da CML de ter feito aprovar uma “catadupa” de planos urbanísticos com o objectivo de “garantir aos privados direitos de construção”, em paralelo com o despedimento de “milhares de trabalhadores”, em consequência do plano da Gare do Oriente, ao implicar a desactivação de serviços como as oficinas municipais dos Olivais.
A Coligação contesta, por isso, em comunicado, emitido ontem, a aprovação na reunião do executivo municipal da última 4ª fª de “planos em catadupa para eleitor ver e preparar negócios privados”. “Pela pressa e quantidade, os planos são usados como material de campanha e de garantia de negócios para privados, mais do que como instrumentos de gestão urbana séria e profunda”.
Para a CDU, apresentar planos para “locais onde ainda falta definir questões prévias”, como em Alcântara, “só pode mesmo ter um objectivo: garantir aos privados direitos de construção. A CDU vem-se batendo por muitos destes planos há anos e anos. O PSD congelou-os durante seis anos. Agora o PS que, em dois anos, pouco adiantou, deu-lhe de repente esta febre suspeita”.
As acusações sobem de tom no que diz respeito ao plano para a Gare do Oriente, que terá “consequências muito negativas”, ao permitir a construção de mais duas torres, permitindo a “especulação imobiliária com os terrenos municipais das instalações ali existentes”.
A CDU refere-se às instalações da meteorologia e à “anunciada intenção de desactivar e vender das oficinas de Olivais II”. “Tudo fica claro: a especulação imobiliária vai campear nestas áreas e haverá desactivação de serviços municipais, a sua entrega a privados e consequente passagem destes trabalhadores à situação de excedentários”.
“O PS na CML está a confessar publicamente que deseja mesmo despedir milhares de trabalhadores e só não o fará se for impedido pelo povo e pelos trabalhadores”.
Em relação a Alcântara, a CDU considera que é “prematuro e inadequado avançar para plano enquanto não estiver definida a malha de transportes e acessibilidades desta área” e que a autarquia deveria “pressionar o Governo” para que avance a rede de transportes.
“A maior tarefa da CML no momento presente não é lançar um plano à toa para efeito conjuntural em período de eleições, criando direitos de construção a privados, que poderão até ser mais tarde revogados pelas decisões sobre a rede de transportes”.
 
Ver http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1359365&seccao=Sul
Temas: , ,
publicado por Sobreda às 00:15
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009

Os jovens estão com a CDU

 

Temas: ,
publicado por Sobreda às 00:56
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 5 de Setembro de 2009

CDU A MUDANÇA NECESSÁRIA

Temas:
publicado por cdulumiar às 08:51
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 2 de Setembro de 2009

CDU em campanha nos PERs

Os candidatos da CDU à Assembleia de Freguesia da Ameixoeira, regressaram de novo aos edifícios do PER, no passado sábado à tarde.

 

 

Aí foram distribuídos os folhetos de esclarecimento eleitoral, com as medidas urgentes para a Freguesia 1, tendo o cabeça de lista Bruno Rolo (no centro da foto) e os restantes membros da lista dialogado e auscultando com os moradores sobre as suas necessidades.
Constatou-se que se mantém os mesmos problemas e habitação na zona: garagens fechadas com lixo acumulado e apartamentos fechados a tijolo (na foto, no 1º andar), enquanto no piso térreo as lojas encerradas foram arrombadas e transformadas em alojamento.
 
 
 
 
1. Ver http://cdulumiar.blogs.sapo.pt/536971.html
publicado por Sobreda às 00:57
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

CDU arranca com campanha para as legislativas

 

 

  

A campanha da CDU para as legislativas vai arrancar com a sessão de encerramento da ‘Festa do Avante!’, no próximo domingo, e terá como pontos altos os comícios em Évora, no Porto e em Lisboa, no Campo Pequeno.

De acordo com um comunicado divulgado ontem, Braga vai acolher o comício que encerrará a campanha eleitoral da CDU, a 25 de Setembro.
Depois do discurso de encerramento da ‘Festa do Avante!’ pelo secretário-geral do PCP, que tem lugar no próximo domingo na Quinta da Atalaia, no Seixal, a CDU terá uma das suas “maiores iniciativas” em Évora, num comício a 13 de Setembro - já no período oficial de campanha -, e a 20 de Setembro realiza um outro comício no Palácio de Cristal, no Porto.
A 24 de Setembro, a CDU reúne os seus militantes em Lisboa, no Campo Pequeno, “um dos mais importantes comícios numa região de forte influência e responsabilidades” refere esta força política.
O PCP, que quer apostar numa “campanha de mobilização e esclarecimento” dirigida “aos trabalhadores” e aos “atingidos pela política de direita”, promete ainda “muitas iniciativas de contacto e mobilização populares” e mais comícios em Santarém, Aveiro, Beja, Coimbra, Guimarães, Setúbal e Lisboa 1.
 
Entretanto, também o Partido Ecologista “Os Verdes” vai proceder à apresentação pública do seu Manifesto Ecologista, amanhã, 5ª fª, às17h, no miradouro de São Pedro de Alcântara 2.
 
1. Ver http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1398649
2. Ver http://osverdesemlisboa.blogspot.com/2009/09/apresentacao-publica-do-manifesto.html
publicado por Sobreda às 00:44
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009

CDU A MUDANÇA NECESSÁRIA

Temas:
publicado por cdulumiar às 16:55
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 30 de Agosto de 2009

Sim, é possível uma vida melhor!

Ruptura e Mudança - CDU

Temas: ,
publicado por cdulumiar às 11:01
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

CDU A MUDANÇA NECESSÁRIA

Temas:
publicado por cdulumiar às 09:55
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 29 de Agosto de 2009

Bairros Municipais - SOLUÇÕES PARA A AMEIXOEIRA

 

ü     Pela defesa dos direitos dos moradores nos Bairros Municipais, propomos uma revisão urgente das rendas sociais, nomeadamente em situações de alterações verificadas nos agregados familiares ou rendimentos, cujos processos se encontram há já muito tempo pendentes e sem respostas, o que evidencia uma falta de capacidade de gestão e de articulação entre a Câmara Municipal de Lisboa e a GEBALIS — Empresa Municipal;

ü     Pelo direito a uma vida saudável e com mais qualidade, reclamamos o reforço da higiene e limpeza urbana e a construção urgente do novo edifício do Centro de Saúde para servir as populações da Ameixoeira e Charneca, já com terreno disponível no Montinho de S. Gonçalo;

ü     Por mais transportes e maior segurança rodoviária, reivindicamos a criação de vias alternativas ao tráfego automóvel, que permitam acessos rápidos aos principais eixos viários, bem como uma maior regularidade e melhor cobertura geográfica na rede de transportes públicos;

ü     Pelo desporto e intervenção social, lutamos pela criação e recuperação de parques infantis, recintos desportivos e outras infraestruturas municipais  ao abandono, e por apoios dignos às Associações e Colectividades, que criem condições para estas exercerem o seu papel ímpar na comunidade;

ü      

Pela segurança das pessoas e dos seus bens, exigimos um policiamento de proximidade, com a criação de Esquadra de Polícia na Freguesia, uma acentuada melhoria da rede de iluminação pública, e uma solução por parte da CML para o problema das habitações e lojas ocupadas e vandalizadas, assim como das garagens que se encontram emparedadas, e das graves infiltrações de águas provenientes das caleiras do Eixo Norte/Sul.

 

ü     Pela defesa dos direitos dos moradores nos Bairros Municipais, propomos uma revisão urgente das rendas sociais, nomeadamente em situações de alterações verificadas nos agregados familiares ou rendimentos, cujos processos se encontram há já muito tempo pendentes e sem respostas, o que evidencia uma falta de capacidade de gestão e de articulação entre a Câmara Municipal de Lisboa e a GEBALIS — Empresa Municipal;

ü     Pelo direito a uma vida saudável e com mais qualidade, reclamamos o reforço da higiene e limpeza urbana e a construção urgente do novo edifício do Centro de Saúde para servir as populações da Ameixoeira e Charneca, já com terreno disponível no Montinho de S. Gonçalo;

ü     Por mais transportes e maior segurança rodoviária, reivindicamos a criação de vias alternativas ao tráfego automóvel, que permitam acessos rápidos aos principais eixos viários, bem como uma maior regularidade e melhor cobertura geográfica na rede de transportes públicos;

ü     Pelo desporto e intervenção social, lutamos pela criação e recuperação de parques infantis, recintos desportivos e outras infraestruturas municipais  ao abandono, e por apoios dignos às Associações e Colectividades, que criem condições para estas exercerem o seu papel ímpar na comunidade;

ü      

Pela segurança das pessoas e dos seus bens, exigimos um policiamento de proximidade, com a criação de Esquadra de Polícia na Freguesia, uma acentuada melhoria da rede de iluminação pública, e uma solução por parte da CML para o problema das habitações e lojas ocupadas e vandalizadas, assim como das garagens que se encontram emparedadas, e das graves infiltrações de águas provenientes das caleiras do Eixo Norte/Sul.

 

publicado por teresa roque às 17:13
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Conheça os Candidatos da CDU às Legislativas

 

Candidatos Legislativas 2009

 

publicado por cdulumiar às 10:30
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

CDU A MUDANÇA NECESSÁRIA

Temas:
publicado por cdulumiar às 09:54
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 28 de Agosto de 2009

Visita aos bairros municipais da Ameixoeira

 

 Realiza-se amanhã, sábado à tarde, uma visita para contactos com associações e moradores dos bairros municipais da Ameixoeira, com a presença de Bruno Rôlo, cabeça de lista da CDU (e ex-presidente da Junta de Freguesia), bem como dos restantes candidatos aos orgãos autárquicos.

A CDU aproveitará para fazer a apresentação do seu Programa Eleitoral e das propostas para a Freguesia.

publicado por teresa roque às 17:13
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Os apoiantes da CDU

Apoiar a CDU 
Clicar sobre a imagem acima

Temas: ,
publicado por cdulumiar às 10:01
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

CDU A MUDANÇA NECESSÁRIA

Temas:
publicado por cdulumiar às 09:51
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 27 de Agosto de 2009

Trabalho da CDU é obra ao serviço das populações

Está concluída a entrega das candidaturas às eleições autárquicas de Outubro próximo e concretizado com êxito o primeiro dos objectivos da CDU.

Uma expressiva e presença generalizada de listas para os órgãos municipais (301 dos 308) e, sobretudo, pelo seu significado, a apresentação em 2275 freguesias (que constitui o maior número de listas a freguesias desde 1989), são expressão da dimensão nacional de um projecto enraizado na vida e realidade locais.
E também uma confirmação, que um balanço posterior tornará ainda mais nítido, do carácter unitário das candidaturas da CDU que a confirmam como um espaço de participação e convergência democráticas de milhares de homens e mulheres independentes que, ao lado do PCP e do PEV, agem e trabalham, em maioria ou minoria, em defesa dos interesses locais e da melhoria das condições de vida das populações.
Uma participação que desmente todos os que a propósito das listas de cidadãos eleitores se apressam a transformá-las em listas de independentes quando em muitos dos casos são, sobretudo, veículos de projectos particulares, ambições pessoais ou mal disfarçadas candidaturas partidárias. E que sobretudo afirmam a natureza superior de uma força política que sem esconder quem lhe dá suporte político e jurídico faz da empenhada e participação de milhares de cidadãos independentes um acto responsável, baseada num projecto claro, num percurso de trabalho e obra que lhe confere particulares responsabilidades.
Estamos prontos a construir uma grande campanha eleitoral que, articulada com a decisiva batalha das legislativas e para esta contribuindo, confirme a CDU como uma força indispensável à afirmação e defesa do poder local, amplie as suas posições e número de eleitos e a projecte para um novo mandato com as acrescidas responsabilidades que o seu trajecto de trabalho e obra realizada lhe confere.
Na CDU e na intervenção dos seus eleitos locais está presente um reconhecido património de trabalho e realizações, uma distintiva qualidade na intervenção e gestão de centenas de autarquias, uma inegável obra realizada na valorização urbana e cultural de numerosos concelhos e freguesias do País, uma acção em defesa do poder local democrático e um percurso marcado pelo trabalho, honestidade, competência e isenção.
Na defesa intransigente dos interesses populares, na acção empreendedora de apresentação de propostas e soluções mas também, nas provas dadas pelo trabalho desenvolvido, a CDU afirma-se como uma força portadora de um projecto de futuro com a energia, a capacidade e o saber indispensáveis à construção de uma vida melhor.
Para os que concedem, perante um trabalho e resultados sem paralelo desenvolvido, no reconhecimento da acção da CDU nas autarquias para de imediato sentenciarem sobre o esgotamento do seu projecto autárquico, a acção dos eleitos da CDU cuida de os desmentir. Manutenção de elevados níveis de qualidade na gestão de equipamentos e infra-estruturas convivem com uma indesmentível capacidade de inovação e de resposta a novos problemas.
Qualidade e modernização dos sistemas urbanos e da organização do território traduzidos na actualização dos instrumentos de planeamento, na introdução de novos e modernos meios de transporte, na valorização e usufruto do espaço público de que uma nova geração de parques urbanos é exemplo. Qualidade na educação e nos projectos educativos, na ligação da escola ao meio e do ensino à vida, na difusão e valorização da ciência. Qualidade e democratização do acesso à cultura e à prática desportiva. Qualidade e firmeza na defesa do carácter público da gestão, na preservação da água enquanto bem público, na valorização dos trabalhadores da autarquia e das suas condições de trabalho.
Suportado num projecto sério, responsável e com princípios que, como nenhum outro, dá garantias de trabalho, honestidade e competência, a CDU parte para um novo mandato em condições de honrar o seu percurso de trabalho na construção de uma vida melhor.
 

Avante! nº 1865 de 27.Agosto.2009

Temas: ,
publicado por Sobreda às 00:01
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 23 de Agosto de 2009

Apresentação do Programa eleitoral da CDU para Lisboa

 Foi apresentado na passada 5ª fª, no Forum Lisboa, o Programa da CDU para Lisboa.
cdulx20090820.gif
Ruben de Carvalho, na apresentação, afirmou a dado passo: «(...) Os últimos anos revelaram com toda a clareza que a CDU é a força que marca a diferença na governação autárquica da Cidade. Marca na forma como exerce o poder (seja na Câmara, seja nas freguesias), marca na forma como é Oposição e aí garante a presença dos interesses da cidade e dos munícipes, marca na forma como está atenta a operações e manobras que afectam e prejudicam.
É, em resumo, o fio de prumo que assinala a verticalidade que uns ignoram, outros esquecem, outros escandalosamente violam. No que foi bem feito em Lisboa – está a mão da CDU; na advertência para os erros – e mesmo crimes – que se cometeram, está a denúncia da CDU; na intervenção para a correcção dos erros, para a defesa da legalidade, para a procura das soluções – está a mão da CDU.
Estão a mão dos eleitos da CDU e do apoio popular que é a razão de ser do seu dia a dia. (...)
 

publicado por cdulumiar às 01:03
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 22 de Agosto de 2009

CDU pede suspensão de funções da Governadora Civil de Lisboa

Porque reclama a CDU pela suspensão da Governadora Civil de Lisboa?

Porque está em causa o equilíbrio democrático e a lei da igualdade entre as candidaturas. É que a actual titular deste cargo é a candidata nº 5 de uma lista partidária (a do PS) para a CML.
E, enquanto titular de órgão de poder, tem incumbências que incluem o processo eleitoral. Ou seja, a Governadora “tem competências em matéria eleitoral, o que torna manifestamente incompatíveis as duas situações do ponto de vista democrático”.
Além disso, em causa está “o equilíbrio democrático e a lei da igualdade entre candidaturas” que “impõem tal suspensão”, a qual “já devia ter sido decidida pela própria”, logo após a apresentação da sua candidatura pelo PS.
A CDU manifestou, por isso, a sua indignação pelo facto de o próprio Ministro da Administração Interna e o Primeiro-Ministro não serem eles próprios a tomar a iniciativa de substituir a Governadora nem sequer depois de apresentadas as respectivas candidaturas. Trata-se de um gesto de oportunismo político que a CDU desde logo repudiou 1.
Na sequência desta queixa, o gabinete do Ministro da Administração Interna acabou então de confirmar o pedido de exoneração do cargo feito por Dalila Araújo, e a nomeação de Jorge Andrew, chefe de gabinete da agora ex-governadora, para a substituir à frente do Governo Civil de Lisboa 2.
 
1. Ler ‘Nota da CDU à Comunicação Social’ de 2009-08-21 http://cdudelisboa.blogspot.com/2009/08/cdu-reclama-suspensao-de-governadora.html
2. Ver http://jornal.publico.clix.pt/noticia/22-08-2009/mai-propoe-substituto-de-governadora-civil-de-lisboa-17623852.htm
Temas: ,
publicado por Sobreda às 09:14
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 21 de Agosto de 2009

Eixos prioritários para ‘Viver Melhor em Lisboa’

Para assegurar uma vida melhor em Lisboa, com a CDU a constituir a força da mudança necessária, é preciso garantir alterações que nenhuma outra força política está em condições de garantir: mais emprego com direitos e mais políticas sociais; dar prioridade ao transporte público e ao peão e ordenar o trânsito e o estacionamento; mais e melhores serviços públicos e mais segurança para a população; reabilitar os Bairros, mantendo as suas características, e ordenar e humanizar o espaço público; dinamizar a Cultura e o Desporto e apoiar o Movimento Associativo.

 

 

Neste quadro, as metas que seguem constituem os eixos prioritários da CDU para Lisboa:
«Dar primazia ao interesse público sobre os interesses privados
Desenvolver a Cidade de modo a atrair empresas que criem emprego, mediante uma política urbanística adequada a esse objectivo e defendendo o comércio de proximidade
Desenvolver políticas sociais que apoiem os mais desfavorecidos, combatam a solidão dos idosos, a toxicodependência e a prostituição
Planear a Cidade com um urbanismo democrático, participado e transparente
Garantir o desenvolvimento da reabilitação urbana do edificado, assegurando a manutenção das características dos Bairros
Dar prioridade ao transporte público, com qualidade, cobrindo toda a extensão da cidade, a preços sociais e com aplicação dos passes sociais multimodais em todos os modos de transporte
Dar primazia ao peão, ordenando o trânsito e o estacionamento
Ordenar e humanizar o espaço público para que quem vive e trabalha em Lisboa o possa usufruir com segurança
Definir políticas habitacionais que, respondendo aos problemas dos Bairros Municipais, ajudem a atrair mais população para Lisboa e a estancar a saída dos jovens que aqui nascem
Desenvolver políticas ambientais sustentáveis que tenham em conta a eficiência energética, a qualidade do ar e o ruído, construindo corredores verdes, preservando Monsanto e conservando os jardins e matas da Cidade
Melhorar os serviços públicos na Cidade, sejam os prestados pela Câmara, sejam os do Estado central, nas áreas da Saúde e do Ensino, entre outros
Desenvolver políticas de efectiva descentralização que envolvam as populações e as Juntas de Freguesia
Apoiar o Movimento Associativo da Cidade, com a sua participação activa
Promover a Escola Pública de qualidade, valorizando todas as componentes e dotando-a dos meios indispensáveis à sua eficácia
Retomar uma política desportiva que envolva o Movimento Associativo
Definir e implementar uma política cultural que envolva os agentes culturais
Concretizar uma política de dinamização com e para a Juventude, que valorize a acção própria da Juventude
Dar à Cidade os equipamentos de que carece para o serviço da população
Investir nos trabalhadores da CML, como condição indispensável para a melhoria dos serviços e da qualidade de vida em Lisboa e reforçar a descentralização para as juntas de freguesia
Reestruturar as empresas municipais
Exigir do Governo respeito pela CML, seja em relação à venda de património ou à sua intervenção na Cidade, na Zona Ribeirinha e noutras áreas
Garantir a segurança de pessoas e bens na Cidade
Reequilibrar as contas da Câmara de Lisboa
Defender a Área Metropolitana de Lisboa como uma região administrativa, com órgãos eleitos directamente».
 
O programa para Lisboa 2009-2013 pode ser lido na íntegra em http://cdudelisboa2.blogspot.com/2009/08/programa-eleitoral-da-cdu-para-cidade.html
Ver http://cdudelisboa.blogspot.com/2009/08/programa-eleitoral-da-cdu-para-cidade_20.html
publicado por Sobreda às 01:13
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 20 de Agosto de 2009

António Costa condenado pela CNE por remoção ilegal de propaganda da CDU

cml_cne.jpgA Câmara Municipal de Lisboa procedeu, em Julho, à ilegal remoção de propaganda da CDU, imitando o comportamento ilegal e anti-democrático que se vai multiplicando pelo país. Perante a queixa da CDU, a Comissão Nacional de Eleições condenou a atitude da Câmara presidida por António Costa, e instou-a a proceder à reposição da propaganda ilegalmente removida. Aguardamos agora que a Câmara reponha a propaganda destruída, bem como as devidas desculpas por este comportamento.

Ler Parecer da CNE e carta dirigida a António  Costa

publicado por teresa roque às 11:36
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

PCP alerta para chantagem do PS quando fala do perigo da direita

O secretário-geral do PCP alertou, esta 4ª fª, para a “chantagem do PS” ao exigir “um cheque em branco dos eleitores em nome do perigo da direita”, uma “mistificação” que prometeu combater na campanha para as eleições legislativas.

O dirigente comunista, que falava em Lisboa no acto público de divulgação dos candidatos da CDU às legislativas, garantiu que irá combater “todas e cada uma das mistificações que vão voltar a estar em cena”, começando pela “desmontagem e denúncia da chantagem do PS da exigência de um cheque em branco dos eleitores em nome do perigo da direita”.
Uma chantagem que, disse Jerónimo de Sousa, é feita pelo “mesmo PS que tem feito das bandeiras da direita o guião da sua acção governativa ou do fantasma da ingovernabilidade do país, para abrir campo à retoma da ofensiva contra os direitos sociais e as condições da vida do povo”.
Destacou ainda o “claro sentido de renovação e rejuvenescimento”. Além da “expressiva presença de mulheres”, que representam 42% dos candidatos, o líder comunista referiu que os elementos jovens, com menos de 40 anos, são 35% da lista, e destes, metade tem menos de 30 anos.
Além de elementos das três forças que integram a coligação - PCP (73% dos candidatos), Partido Ecologista “Os Verdes” (9%) e Intervenção Democrática (2%) -, as listas da CDU têm ainda 11,76% de candidatos independentes.
 
Ver http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Portugal/Interior.aspx?content_id=1339639
publicado por Sobreda às 00:13
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 19 de Agosto de 2009

Apresentação do programa eleitoral da CDU para Lisboa

 

A CDU - Coligação Democrática Unitária irá apresentar o seu programa eleitoral para a Cidade de Lisboa no próximo dia 20 de Agosto.
Neste programa procurou-se reflectir o trabalho desenvolvido e as propostas dos diversos grupos de trabalho da CDU para resolver os problemas da Cidade, indo ao encontro das aspirações dos diferentes sectores da população de Lisboa, das estruturas locais e do movimento associativo, em particular.
Assim, na próxima 5ª fª, dia 20 de Agosto, pelas 18h, no Fórum Lisboa, Avª de Roma nº 14 L, contamos com a vossa presença.
 
Contacte a CDU de Lisboa em cdulisboa2009@dorl.pcp.pt
publicado por Sobreda às 00:31
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 11 de Agosto de 2009

PCP apresentou programa ‘patriótico e de esquerda’

Um programa “patriótico e de esquerda, ao serviço do povo e do país”, que defenda a “necessidade de ruptura” com as actuais políticas, são as linhas programáticas para as eleições legislativas que o PCP apresentou hoje, ao final da tarde, no salão Nobre da Reitoria da Universidade de Lisboa.

Neste programa eleitoral, uma das ideias centrais é a “afirmação, com grande clareza, da necessidade de ruptura” com “o rumo que há mais de 30 anos a política de direita vem impondo ao país”, como definiu Agostinho Lopes, do Comité Central.
O PCP critica “o paradigma neoliberal, as privatizações, a liquidação das capacidades produtivas nacionais e a desvalorização do trabalho e dos trabalhadores”, propondo “uma justa distribuição dos rendimentos” e a “defesa da produção nacional”, na agricultura, pescas e indústria.
Na economia, os comunistas querem um Estado mais interventivo, defendendo “uma visão completamente oposta” a medidas como “umas pseudo-entidades reguladoras, que não regulam nada”.
“Afirmamos claramente a presença do Estado no sector financeiro”, através da nacionalização da banca comercial e de um “papel determinante” do Estado na energia, transportes e serviços públicos, área onde os comunistas rejeitam “privatizações sub-reptícias”.
Uma matéria em que o PCP promete insistir na próxima legislatura é a regionalização, medida considerada essencial para o combate às assimetrias regionais, avançou o deputado.
O reforço das liberdades, direitos e garantias, a democratização da cultura e a defesa da saúde, educação e segurança social são outras áreas que constam do programa eleitoral dos comunistas.
O conteúdo do programa foi “construído na base de um alargado processo de participação e auscultação públicas”, na sequência de mais de 20 debates sectoriais, em que intervieram elementos do PCP e especialistas de diversas áreas não inscritos no partido, além de “numerosos” encontros com sindicatos, organizações e associações económicas, sociais e culturais 1.
Durante a apresentação, o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, acusando o PS de manter “intocável o grande poder económico”, garantindo que “não contem com o PCP para subscrever uma política desta natureza” e integrar ”um governo que lhe dê execução”.
O PCP defende uma linha de “ruptura” com as actuais concepções e modelo económico que passam pelo objectivo de atingir o “pleno emprego”, o “crescimento económico sustentado e acima da média europeia” e a defesa e afirmação do aparelho produtivo nacional como motor do crescimento económico”.
O líder do PCP considerou ainda que “a profunda crise com que Portugal está confrontado, é o resultado simultâneo de 33 anos de política de direita”, bem como “do actual processo de integração capitalista europeia”. E garantiu que o PCP se compromete “a assumir como prioridade a luta pelo abandono definitivo do Tratado de Lisboa, passo imediato da luta por uma outra Europa dos trabalhadores e dos povos” 2.
Também hoje ao início da tarde, a CDU procedeu à entrega das listas com os candidatos aos orgãos autárquicos da capital: CML, AML e Freguesias 3.
 
1. Ver Lusa doc. nº 9994238, 11/08/2009 - 06:20
2. Ver http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1395691&idCanal=23

3. Ver http://cdudelisboa.blogspot.com/2009/08/cdu-fez-hopje-apresentacao-formal-das.html

publicado por cdulumiar às 20:18
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 10 de Agosto de 2009

CDU defende reforço das competências das Juntas de Freguesia

O cabeça de lista da CDU por Lisboa às eleições autárquicas defendeu, no sábado, no final de uma visita pelo Bairro 2 de Maio, um reforço das competências das juntas de freguesia através da descentralização dos poderes da autarquia, de forma a melhor resolver os problemas das populações.

A ligação entre os vectores CML, Juntas de Freguesia e moradores “tem funcionado mal” e o papel que estas desempenham junto dos moradores tem sido desvalorizado, defendeu o cabeça de lista da Coligação Democrática Unitária.
No entender de Ruben de Carvalho, “a experiência demonstra que os meios postos nas juntas de freguesia são, de uma maneira geral, de uma rentabilidade muito grande por causa da proximidade e do conhecimento das prioridades e, por outro lado, conhecendo também as populações, a junta de freguesia tem muito mais capacidade para potenciar a ajuda das populações em encontrar soluções”.
O candidato comunista entende que deve haver um reforço das competências destes órgãos executivos, pois nos últimos oito anos “tudo tem piorado no que diz respeito às descentralizações para as juntas de freguesia”.
“Mesmo em relação à intervenção municipal, se for feita com a intervenção da Junta de Freguesia, ela própria também melhora e em vez de ser feita apenas no gabinete da Junta de uma forma completamente exterior à realidade, se for feita em coordenação com a Junta de Freguesia, constante, permanente, é evidente que a própria intervenção municipal acaba por ter outro tipo de frutos”.
A opinião é partilhada pelo presidente da Junta de Freguesia da Ajuda, à qual pertence o Bairro 2 de Maio, que entende que o reforço das competências das juntas “é essencial” perante um poder local demasiado “centralizador”.
Na opinião de Joaquim Granadeiro, à frente da Junta de Freguesia da Ajuda há mais de 10 anos, foi durante os anos 1990, quando a autarquia de Lisboa foi governada através de uma coligação entre o PS e o PCP, que houve uma maior descentralização de poderes para as freguesias e “as freguesias mais fizeram pelas populações”.
 
Ver http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=144778
publicado por Sobreda às 00:38
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

.Contacta a CDU Lumiar:

E-mail: cdulumiar@sapo.pt ; Website: http://cdulumiar.no.sapo.pt

.Participar

. Participe neste blogue

.Fotos do Sapo

http://fotos.sapo.pt/login?to=manage