Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CDU LUMIAR

Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

CDU LUMIAR

Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

A virtude da mentira

Sobreda, 30.10.07

A democracia vive hoje da mentira, sob as suas formas de ocultação, contradição, correcção e circunstância. A mentira é corrente. Ganhou novas feições. É por vezes obrigatória. Até sinal de esperteza. Há quem pense que a mentira é reservada às ditaduras. Sem imprensa livre, escrutínio parlamentar ou oposição legal.

Não aumentar os impostos é uma mentira clássica. Criar emprego é outra. Tal como aumentar as pensões e os abonos de família.

O PSD e o PS têm, a propósito dos referendos em geral e do referendo europeu em particular, uma longa folha de serviço de mentiras e negações. Já foram a favor e contra várias vezes. Quanto à U.E., o primeiro-ministro nem precisa de mentir: os seus ministros usam e abusam do novo hábito.

Não fazer o prometido, deixar de o fazer ou fazer outra coisa é uma forma de sublinhar a mentira original.

Será possível contrariar esta nefasta tendência para a mentira? Não há esperança nos deputados? Como estes se tratam sempre, uns aos outros, de mentirosos, já ninguém acredita. A mentira passou a virtude política.

 

Ler artigo de António Barreto na íntegra IN Público 2007-10-28, p. 45

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.