Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

.Temas

. cml(388)

. governo(157)

. telheiras(157)

. cdu(146)

. lumiar(133)

. eleições autárquicas(131)

. urbanismo(117)

. pcp(101)

. alta do lumiar(97)

. partidos políticos(96)

. segurança(94)

. orçamento(93)

. carnide(84)

. pev(83)

. trabalho(83)

. desemprego(77)

. saúde(76)

. trânsito(74)

. sindicatos(70)

. economia(68)

. todas as tags

.Pesquisar neste blogue

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
23
24
29
30
31

.Artigos recentes

. Gestão incompetente, estr...

. A comunicação social é um...

. Apontamentos insuficiente...

. Notas sobre a sessão de c...

. Cínicos e desprezíveis

. Assembleia da ´República ...

. 26 Março - Manifestação N...

. Festa do AVANTE promove «...

. Ensino Profissional em Po...

. O movimento associativo p...

. Realizou-se a Assembleia ...

. Que política é esta?

. Orçamento do Estado para ...

. 13 Março - Assembleia da ...

. Acção Nacional dia 16 – “...

. 18 Março - Inauguração da...

. CML - Segunda Circular e ...

. 100 anos, 100 acções do P...

. Um grande Comício no Aniv...

. Câmara de Lisboa: Grandes...

. Taxas na Cidade de Lisboa...

. ...

. Lutar: A resposta dos tra...

. Obras na escola pré-fabri...

. CT Lumiar - Almoço comemo...

. PCP contacta trabalhadore...

. 6 Março - Comicio Anivers...

. REÚNE EM ÉVORA O PRÓXIMO ...

. CML - Orçamento participa...

. PCP apresenta na Assemble...

. Requerimento sobre o Bair...

. O TRATADO DO GRANDE CAPIT...

. Injustiça nas leis, (in)j...

. Medidas do Governo são in...

. Desemprego e Pensões a re...

. LINHAS DE ALTA TENSÃO - O...

. HOJE NO COLISEU - A homen...

. PCP: Em defesa da Saúde p...

. 27 Novembro, O Capital Re...

. 4 Dezembro - Homenagem a ...

. 25 Novembro, Debate promo...

. A RESPOSTA NECESSÁRIA E I...

. PCP quer reduzir desigual...

. O salto à Vara

. Aumento do Salário Mínimo...

. Dívidas à Segurança Socia...

. Combate à corrupção em di...

. Associação Iúri Gagárin p...

. Despedimentos e encerrame...

. O Sr. Governador

.Arquivos

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Ligações

Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2007

Investigações aos negócios urbanísticos

400 milhões de euros é quanto a CML pediu à CGD para pagar dívidas. O Tribunal de Contas (TC) terá de se pronunciar sobre a legalidade de grande parte deste empréstimo. Mas o apuramento de responsabilidades pode ter efeitos devastadores, arrasando o pouco que resta do bom nome da maior autarquia do país.
Para o bem e para o mal, 2008 deverá ser o ano do esclarecimento de muitos dos negócios urbanísticos praticados pela CML. Já não restam grandes dúvidas de que, quando terminarem as investigações, a já conhecida ementa de crimes engordará de forma significativa, visto recentemente terem sido remetidos ao TC inúmeros indícios de ilícitos penais descobertos durante uma sindicância aos serviços de urbanismo da autarquia.
A procissão ainda vai no adro, mas já se percebeu que há de tudo para todos os gostos, de corrupção a abuso de poder e peculato, implicando tanto altos responsáveis camarários como funcionários. As trocas e baldrocas dos terrenos do Parque Mayer e da Feira Popular - atempadamente denunciadas pela CDU - devem ser por fim esclarecidas, tal como a alegada tentativa de corrupção a um vereador, entre muitos outros casos de contornos nebulosos.
Neste cenário não vai ser fácil ao presidente do município pugnar pela credibilidade da instituição que dirige. Por muito que possa alegar que nem ele nem a sua equipa têm o que quer que seja a ver com o mandato anterior, a verdade é que o bom nome da CML irá manter-se irremediavelmente manchado, com a agravante de o actual executivo continuar a integrar vereadores declarados arguidos pelas autoridades.
O apagamento do PSD e algum protagonismo do movimento de Roseta criaram um cenário político imponderável no qual Costa tem ainda de gerir a aliança quase contranatura que fez com o BE. Aquele que foi um dos oponentes da anterior gestão camarária parece domesticado, é certo, mas os engulhos que isso tem provocado ao BE, pelo qual foi eleito, são uma ferida que pode voltar a sangrar.
Também no terreno o presidente da CML não conseguiu que as suas principais promessas para os primeiros tempos de mandato tivessem efeitos visíveis, nomeadamente no que diz respeito à melhoria da limpeza da cidade e ao estacionamento selvagem. A CML bem diz que anda, mas...
 
Ver Público 2007-12-26
Temas: ,
publicado por Sobreda às 00:49
Link do artigo | Adicionar aos favoritos
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Participar

. Participe neste blogue