Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CDU LUMIAR

Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

CDU LUMIAR

Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

Globalização dos saldos natalícios

Sobreda, 28.12.07
Este ano, a época de saldos começa mais cedo, já hoje, sob protesto da Associação dos Comerciantes do Porto (ACP), para quem se trata de uma antecipação feita à medida dos interesses das grandes cadeias multinacionais. A nova lei dos saldos, que é de Março deste ano, prevê dois períodos: um compreendido entre 28 de Dezembro e 28 de Fevereiro, e o outro entre 15 de Julho e 15 de Setembro.
A Associação “é contra esta alteração nos saldos (que) infelizmente vão começar mais cedo”. As datas fixadas são para todo o país, mas promover as rebaixas depende da vontade de cada lojista. Para explicar a relutância, uma dirigente da Associação notou, por exemplo, que o cliente pode acabar por não comprar os presentes de Natal até dia 24, e decidir esperar mais uns dias pelos saldos. O que considera ser prejudicial para o bolso dos comerciantes locais. “É cedo demais, quer nesta época de Natal, quer no Verão”.
E afirma não ter dúvidas de que a antecipação se prende com “interesses de cadeias internacionais”, cujos “produtos são importados do Oriente, “onde a mão-de-obra é mais barata”. “Para eles, quanto mais cedo melhor, mas não para os empresários portugueses”. Para “o comércio independente, era preferível os saldos começarem só em Janeiro”, contrapõe.
“Também para a pequena indústria nacional esta alteração é negativa”. Em suma, regista que “são as multinacionais que ditam as leis”, em prejuízo das pequenas e médias empresas (PME). Perante o novo cenário, que terá lugar já esta semana, fala-se mesmo em “concorrência desleal, sobretudo para a indústria portuguesa”.