Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

.Temas

. cml(388)

. governo(157)

. telheiras(157)

. cdu(146)

. lumiar(133)

. eleições autárquicas(131)

. urbanismo(117)

. pcp(101)

. alta do lumiar(97)

. partidos políticos(96)

. segurança(94)

. orçamento(93)

. carnide(84)

. pev(83)

. trabalho(83)

. desemprego(77)

. saúde(76)

. trânsito(74)

. sindicatos(70)

. economia(68)

. todas as tags

.Pesquisar neste blogue

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
23
24
29
30
31

.Artigos recentes

. Gestão incompetente, estr...

. A comunicação social é um...

. Apontamentos insuficiente...

. Notas sobre a sessão de c...

. Cínicos e desprezíveis

. Assembleia da ´República ...

. 26 Março - Manifestação N...

. Festa do AVANTE promove «...

. Ensino Profissional em Po...

. O movimento associativo p...

. Realizou-se a Assembleia ...

. Que política é esta?

. Orçamento do Estado para ...

. 13 Março - Assembleia da ...

. Acção Nacional dia 16 – “...

. 18 Março - Inauguração da...

. CML - Segunda Circular e ...

. 100 anos, 100 acções do P...

. Um grande Comício no Aniv...

. Câmara de Lisboa: Grandes...

. Taxas na Cidade de Lisboa...

. ...

. Lutar: A resposta dos tra...

. Obras na escola pré-fabri...

. CT Lumiar - Almoço comemo...

. PCP contacta trabalhadore...

. 6 Março - Comicio Anivers...

. REÚNE EM ÉVORA O PRÓXIMO ...

. CML - Orçamento participa...

. PCP apresenta na Assemble...

. Requerimento sobre o Bair...

. O TRATADO DO GRANDE CAPIT...

. Injustiça nas leis, (in)j...

. Medidas do Governo são in...

. Desemprego e Pensões a re...

. LINHAS DE ALTA TENSÃO - O...

. HOJE NO COLISEU - A homen...

. PCP: Em defesa da Saúde p...

. 27 Novembro, O Capital Re...

. 4 Dezembro - Homenagem a ...

. 25 Novembro, Debate promo...

. A RESPOSTA NECESSÁRIA E I...

. PCP quer reduzir desigual...

. O salto à Vara

. Aumento do Salário Mínimo...

. Dívidas à Segurança Socia...

. Combate à corrupção em di...

. Associação Iúri Gagárin p...

. Despedimentos e encerrame...

. O Sr. Governador

.Arquivos

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Ligações

Sábado, 17 de Março de 2007

A pulseira

O jovem não era selectivo. Não tinha qualquer ocupação. Residia perto do bairro da Cruz Vermelha, ao Lumiar. Os dias eram passados em casa, a conversar com ‘amigos’, até que ao fim da tarde saía à rua. Fixava-se junto às entradas das estações de Metro do Lumiar e de Telheiras e aí esperava...

Com apenas 16 anos, aceitava todos os bens pessoais que lhe passavam, como dinheiro, telemóveis e outros artigos pessoais, talvez também pulseiras. Foram vinte alvos, entre idosos, jovens em idade escolar e mulheres de baixa estatura. Ameaçava-os com uma faca, mas não exercia agressão física. Algumas vítimas ficaram tão assustadas com as abordagens feitas pelo jovem que necessitaram de receber apoio psicológico. Ficou conhecido como o ‘ladrão das estações de metro’.

As primeiras queixas apresentadas pelas vítimas começaram em Outubro e serviram para que se desencadeasse um inquérito por parte da Divisão de Investigação Criminal (DIC) da PSP de Lisboa. Ao fim de cinco meses de investigações, a PSP de Lisboa conseguiu detê-lo. Os elementos identificativos ligavam todos os crimes ao mesmo autor. Ao final de uma das tardes da semana passada, uma brigada da DIC de Lisboa muniu-se dos necessários mandados judiciais e avançou para a detenção do jovem. Na busca domiciliária não foram encontrados nem os “amigos de conversa”, nem foi recuperado qualquer artigo furtado.

Presente a um juiz de instrução criminal, o indivíduo vai aguardar julgamento em casa, com pulseira electrónica. Segundo fonte policial, “apesar de não terem sido encontrados quaisquer registos criminais na idade adulta, não descatamos que este indivíduo tenha praticado delitos enquanto menor” 1.

E agora? Bem, agora os moradores sentem-se 'mais' seguros, a PSP regressa a 'casa', enquanto o jovem espera julgamento em ‘prisão domiciliária’, junto dos amigos, com pulseira electrónica. Irá ter acompanhamento ou formação profissional tendo em vista uma futura integração social? Ou talvez de vez em quando regresse, nostalgicamente, aos seus passeios até às estações do Metro de Telheiras e do Lumiar? Então aí o ciclo recomeça, agora com a pulseirinha…

1. PSP detém jovem de 16 anos que roubava com faca : assaltou 20 pessoas à porta do metro” por Miguel Curado, CManhã 2007-03-12, no URL www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=234271&idselect=10&idCanal=10&p=200

publicado por Sobreda às 23:49
Link do artigo | Adicionar aos favoritos
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Participar

. Participe neste blogue