Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

.Temas

. cml(388)

. governo(157)

. telheiras(157)

. cdu(146)

. lumiar(133)

. eleições autárquicas(131)

. urbanismo(117)

. pcp(101)

. alta do lumiar(97)

. partidos políticos(96)

. segurança(94)

. orçamento(93)

. carnide(84)

. pev(83)

. trabalho(83)

. desemprego(77)

. saúde(76)

. trânsito(74)

. sindicatos(70)

. economia(68)

. todas as tags

.Pesquisar neste blogue

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
23
24
29
30
31

.Artigos recentes

. Gestão incompetente, estr...

. A comunicação social é um...

. Apontamentos insuficiente...

. Notas sobre a sessão de c...

. Cínicos e desprezíveis

. Assembleia da ´República ...

. 26 Março - Manifestação N...

. Festa do AVANTE promove «...

. Ensino Profissional em Po...

. O movimento associativo p...

. Realizou-se a Assembleia ...

. Que política é esta?

. Orçamento do Estado para ...

. 13 Março - Assembleia da ...

. Acção Nacional dia 16 – “...

. 18 Março - Inauguração da...

. CML - Segunda Circular e ...

. 100 anos, 100 acções do P...

. Um grande Comício no Aniv...

. Câmara de Lisboa: Grandes...

. Taxas na Cidade de Lisboa...

. ...

. Lutar: A resposta dos tra...

. Obras na escola pré-fabri...

. CT Lumiar - Almoço comemo...

. PCP contacta trabalhadore...

. 6 Março - Comicio Anivers...

. REÚNE EM ÉVORA O PRÓXIMO ...

. CML - Orçamento participa...

. PCP apresenta na Assemble...

. Requerimento sobre o Bair...

. O TRATADO DO GRANDE CAPIT...

. Injustiça nas leis, (in)j...

. Medidas do Governo são in...

. Desemprego e Pensões a re...

. LINHAS DE ALTA TENSÃO - O...

. HOJE NO COLISEU - A homen...

. PCP: Em defesa da Saúde p...

. 27 Novembro, O Capital Re...

. 4 Dezembro - Homenagem a ...

. 25 Novembro, Debate promo...

. A RESPOSTA NECESSÁRIA E I...

. PCP quer reduzir desigual...

. O salto à Vara

. Aumento do Salário Mínimo...

. Dívidas à Segurança Socia...

. Combate à corrupção em di...

. Associação Iúri Gagárin p...

. Despedimentos e encerrame...

. O Sr. Governador

.Arquivos

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Ligações

Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2008

Ensino entupido

O Presidente da República realizou ontem uma visita ao Colégio de São João de Brito, no Lumiar 1. À margem das comemorações, o Presidente da República, que foi confrontado com o protesto dos sindicatos de professores que têm contestado a forma como o Governo pretende avaliar o desempenho dos docentes, afirmou acreditar que o que faz falta na resolução dos problemas da educação é mais “diálogo” 2.
Também a Federação Nacional da Educação (FNE) propôs, ontem, o adiamento do processo de avaliação dos professores para o próximo ano lectivo e uma fase de teste até 31 de Agosto, para que as escolas “se preparem bem”. “Entendemos que este processo de avaliação está a começar mal e que o que mal começa, mal acaba” 3.
O Sindicato dos Professores do Norte (SPN), membro da Fenprof, anunciou inclusive que vai entregar hoje uma providência cautelar para suspender a avaliação de desempenho dos professores. Esta é uma das quatro providências cautelares com o mesmo objectivo que a Fenprof prometeu apresentar em diferentes tribunais do país: Lisboa, Porto, Coimbra e Beja.
A Fenprof alega que a legislação não está a ser cumprida e imputa ao Ministério da Educação (ME) responsabilidades no processo, acusando-o de não ter constituído um conselho científico como manda a lei. Para o sindicato, “está a causar grande instabilidade nas escolas” o modo como o processo foi lançado, “sem ter em conta o adiantado do ano lectivo e o trabalho normal dos professores, que, como é sabido, consiste em ensinar e educar os alunos, e não em ocupar-se a tempo completo em tarefas burocráticas” 4.
Segundo a Fenprof, “para o ME, a avaliação do desempenho destina-se a punir os professores, dificultando ou impedindo a sua progressão na carreira”. Por isso, dizer que é necessário mais diálogo ‘sabe a pouco’. Seria mesmo uma irresponsabilidade, o ME, no ‘escuro’, submeter, sem testar, a quase 10.000 escolas, a cerca de 2.000 unidades de gestão e a 150.000 docentes, um regime de avaliação/classificação de que se desconhecem as consequências 5.
O sindicato tem mesmo a decorrer um abaixo-assinado pela defesa da democracia na escola pública, que em 15 dias já recolheu 26 mil assinaturas 6.
 
1. Ver www.tsf.pt/online/vida/interior.asp?id_artigo=TSF188071
2. Ver http://tsf.sapo.pt/online/vida/interior.asp?id_artigo=TSF188068
3. Ver www.diarioxxi.com/?lop=artigo&op=02e74f10e0327ad868d138f2b4fdd6f0&id=94a2d7811ce6f12841f7ba849298bd56
4. Ver http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1318917
5. Ver www.fenprof.pt/?aba=27&cat=34&doc=3096&mid=115
6. Ver www.fenprof.pt/?aba=27&cat=109&doc=3035&mid=115
publicado por Sobreda às 00:47
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

.Participar

. Participe neste blogue