Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CDU LUMIAR

Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

CDU LUMIAR

Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

Precariedade da mão-de-obra feminina

teresa roque, 11.05.08
O secretário-geral do PCP defendeu ontem que as alterações, “para pior”, ao Código do Trabalho atingem principalmente as mulheres trabalhadoras e confirmam o retrocesso nos direitos das mulheres.
“Sendo uma proposta que visa atingir e atacar todos os trabalhadores, atinge as mulheres em particular, se tivermos em conta os níveis de desemprego e precariedade, os sectores mais vulneráveis onde existem uma elevada feminização da mão-de-obra e os salários mais baixos”, apontou Jerónimo de Sousa durante o seu discurso no Encontro do PCP sobre direitos das mulheres que decorreu ontem em Lisboa.
Para o líder comunista, “é uma proposta perversa em relação ao espírito e letra da Constituição da República” que traz “mãos livres para despedir com ou sem justa causa”, horários feitos ao gosto do patronato e o fim da contratação colectiva, para além de um retrocesso nos direitos das mulheres.
É por isso preciso lutar contras as políticas de direita deste Governo, responsáveis pelo “retorno a dinâmicas de perpetuação do tradicional ciclo de discriminação em função do sexo, que pesam sobre a situação da mulher no trabalho e que se repercutem negativamente na sua situação na família e na sua situação social e politica”.
“O retrocesso nos direitos das mulheres incorpora uma profunda limitação aos direitos individuais das mulheres e aos direitos colectivos, como se espelha na tentativa de proibição da sindicalização e do exercício da actividade sindical”, acusou.
Jerónimo de Sousa fez ainda questão de garantir que da parte do PCP “a luta pela melhoria da qualidade de vida das mulheres e pela promoção da igualdade de direitos” será contínua.