Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

.Temas

. cml(388)

. governo(157)

. telheiras(157)

. cdu(146)

. lumiar(133)

. eleições autárquicas(131)

. urbanismo(117)

. pcp(101)

. alta do lumiar(97)

. partidos políticos(96)

. segurança(94)

. orçamento(93)

. carnide(84)

. pev(83)

. trabalho(83)

. desemprego(77)

. saúde(76)

. trânsito(74)

. sindicatos(70)

. economia(68)

. todas as tags

.Pesquisar neste blogue

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
23
24
29
30
31

.Artigos recentes

. Gestão incompetente, estr...

. A comunicação social é um...

. Apontamentos insuficiente...

. Notas sobre a sessão de c...

. Cínicos e desprezíveis

. Assembleia da ´República ...

. 26 Março - Manifestação N...

. Festa do AVANTE promove «...

. Ensino Profissional em Po...

. O movimento associativo p...

. Realizou-se a Assembleia ...

. Que política é esta?

. Orçamento do Estado para ...

. 13 Março - Assembleia da ...

. Acção Nacional dia 16 – “...

. 18 Março - Inauguração da...

. CML - Segunda Circular e ...

. 100 anos, 100 acções do P...

. Um grande Comício no Aniv...

. Câmara de Lisboa: Grandes...

. Taxas na Cidade de Lisboa...

. ...

. Lutar: A resposta dos tra...

. Obras na escola pré-fabri...

. CT Lumiar - Almoço comemo...

. PCP contacta trabalhadore...

. 6 Março - Comicio Anivers...

. REÚNE EM ÉVORA O PRÓXIMO ...

. CML - Orçamento participa...

. PCP apresenta na Assemble...

. Requerimento sobre o Bair...

. O TRATADO DO GRANDE CAPIT...

. Injustiça nas leis, (in)j...

. Medidas do Governo são in...

. Desemprego e Pensões a re...

. LINHAS DE ALTA TENSÃO - O...

. HOJE NO COLISEU - A homen...

. PCP: Em defesa da Saúde p...

. 27 Novembro, O Capital Re...

. 4 Dezembro - Homenagem a ...

. 25 Novembro, Debate promo...

. A RESPOSTA NECESSÁRIA E I...

. PCP quer reduzir desigual...

. O salto à Vara

. Aumento do Salário Mínimo...

. Dívidas à Segurança Socia...

. Combate à corrupção em di...

. Associação Iúri Gagárin p...

. Despedimentos e encerrame...

. O Sr. Governador

.Arquivos

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Ligações

Terça-feira, 13 de Maio de 2008

Jornadas Autárquicas: Visita à Charneca

No âmbito das Jornadas Autárquicas da CDU de Lisboa "Contactar a Cidade / Afirmar a Alternativa", apresenta-se uma síntese das visitas efectuadas a Alfama e à Charneca no sábado, dia 10 de Maio

 

 

Freguesia da Charneca

Esta é uma zona com muitos problemas e muitas queixas e descontentamento da população contactada – quer sobre o trabalho da Junta de Freguesia da Charneca quer sobre o da CML.

As principais questões que foram colocadas e observadas, foram as seguintes:

-          A obra da Av. Santos e Castro parou sem que saiba porquê. Parece não haver entendimento entre a CML e a Câmara de Loures.

-          A sinalização do Eixo Norte-Sul não dá a indicação de “Charneca”, mas “Alto do Lumiar”.

-          A passagem do Largo das Amoreiras para o bairro do Reguengo faz-se passando pelo concelho de Loures, fazendo-se a ligação através de uma ponte sem qualquer iluminação.

-          O prolongamento desta via tem um projecto para a ligação através da Azinhaga do Reguengo em direcção à Estrada Militar. Este processo está parado e a via está bloqueada com blocos enormes, logo à saída da ponte.

-          A esquadra da PSP das Galinheiras, proposta pelas Freguesias da Charneca e da Ameixoeira quando eram presididas pela CDU, não existe! O projecto pode ter sido foi abandonado.

-          O Centro Social do Reguengo tinha a obra quase concluída, mas a actual CML e Junta de Freguesia da Charneca abandonaram-na. Está muito danificada e agora está em reconstrução.

-          O projecto do Centro de Saúde no Montinho de S. Gonçalo foi abandonado pela política de saúde do governo do PS.

 

Freguesia do Castelo

As principais questões que foram colocadas e observadas, foram as seguintes:

-          Reabilitação urbana - questão de maior importância do Castelo. Há 23 famílias a viver fora do Castelo, só há neste momento um prédio em reabilitação. A qualidade da obra não é a melhor. A reabilitação do Bairro arrasta-se, sem qualquer planeamento. Há pessoas cujas casas já estão prontas e ainda aguardam o regresso às mesmas.

-          algumas ruas, em especial as de maior visibilidade, em que o pavimento foi arranjado, mas há outras em que o pavimento está degradado e com buracos, colocando a segurança física dos moradores, que são idosos, em risco.

-          Há um projecto para o balneário público, no sentido da sua modernização, em conjunto com o lavadouro público, que não avança, penalizando fortemente os moradores. A execução desse projecto permitiria que o espaço actual do lavadouro público se destinasse a um centro para idosos, com um terraço com vista para o rio Tejo.

-          O Grupo Desportivo do Castelo está instalado provisoriamente numa situação que pouco adequada para desenvolver actividades para a população do Castelo. A marcha do Castelo tem de ensaiar na Verbena da Freguesia de Santiago e os jovens do futsal têm de jogar no pavilhão da Ajuda. O projecto não avança.

-          Na Rua do Recolhimento não existem esgotos e no Largo de Santa Cruz do Castelo o piso está em mau estado, a igreja necessita de beneficiação e a Escola tem dificuldades no relacionamento com a CML para as coisas mais simples, como reparações de avarias.

 

Freguesia de Santiago

São as seguintes as principais questões colocadas e observadas:

-          Prédio da Travessa de S. Bartolomeu – Está rodeado de andaimes, com obras paradas e uma cobertura do prédio com chapas “soltas” e risco de serem projectadas, em especial quando há vento, sem que a CML tome qualquer medida. Situação grave pode colocar a população e visitantes em risco.

-          Polidesportivo existente na Verbena – possui uma instalação eléctrica descarnada e de fácil acesso, constituindo um grande risco para as crianças. A CML já foi alertada por várias formas, mesmo por escrito e nada faz.

-          Pátio D. Fradique – O seu estado de degradação e a insegurança que daí decorre é uma vergonha para a cidade de Lisboa. Um acesso destes ao Castelo é de facto vergonhoso.

-          Calçada Menino de Deus – Prédio da Santa Casa da Misericórdia em mau estado.

-          Rua de São Tomé – Prédio degradado em frente do Parque de Estacionamento das Portas do Sol (pertença de um morador no Canadá).

-          Antigo palacete na zona do Limoeiro, a necessitar de recuperação (onde se situa o restaurante “O Caçarola”)

 

A partir de todas estas situações e de outras os eleitos da CDU vão elaborar documentos de intervenção política em defesa das populações referidas.

 

Temas: ,
publicado por cdulumiar às 10:10
Link do artigo | Adicionar aos favoritos
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Participar

. Participe neste blogue