Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

.Temas

. cml(388)

. governo(157)

. telheiras(157)

. cdu(146)

. lumiar(133)

. eleições autárquicas(131)

. urbanismo(117)

. pcp(101)

. alta do lumiar(97)

. partidos políticos(96)

. segurança(94)

. orçamento(93)

. carnide(84)

. pev(83)

. trabalho(83)

. desemprego(77)

. saúde(76)

. trânsito(74)

. sindicatos(70)

. economia(68)

. todas as tags

.Pesquisar neste blogue

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
23
24
29
30
31

.Artigos recentes

. Gestão incompetente, estr...

. A comunicação social é um...

. Apontamentos insuficiente...

. Notas sobre a sessão de c...

. Cínicos e desprezíveis

. Assembleia da ´República ...

. 26 Março - Manifestação N...

. Festa do AVANTE promove «...

. Ensino Profissional em Po...

. O movimento associativo p...

. Realizou-se a Assembleia ...

. Que política é esta?

. Orçamento do Estado para ...

. 13 Março - Assembleia da ...

. Acção Nacional dia 16 – “...

. 18 Março - Inauguração da...

. CML - Segunda Circular e ...

. 100 anos, 100 acções do P...

. Um grande Comício no Aniv...

. Câmara de Lisboa: Grandes...

. Taxas na Cidade de Lisboa...

. ...

. Lutar: A resposta dos tra...

. Obras na escola pré-fabri...

. CT Lumiar - Almoço comemo...

. PCP contacta trabalhadore...

. 6 Março - Comicio Anivers...

. REÚNE EM ÉVORA O PRÓXIMO ...

. CML - Orçamento participa...

. PCP apresenta na Assemble...

. Requerimento sobre o Bair...

. O TRATADO DO GRANDE CAPIT...

. Injustiça nas leis, (in)j...

. Medidas do Governo são in...

. Desemprego e Pensões a re...

. LINHAS DE ALTA TENSÃO - O...

. HOJE NO COLISEU - A homen...

. PCP: Em defesa da Saúde p...

. 27 Novembro, O Capital Re...

. 4 Dezembro - Homenagem a ...

. 25 Novembro, Debate promo...

. A RESPOSTA NECESSÁRIA E I...

. PCP quer reduzir desigual...

. O salto à Vara

. Aumento do Salário Mínimo...

. Dívidas à Segurança Socia...

. Combate à corrupção em di...

. Associação Iúri Gagárin p...

. Despedimentos e encerrame...

. O Sr. Governador

.Arquivos

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Ligações

Sexta-feira, 16 de Maio de 2008

Colectividades ponderam boicote às festas da cidade

As colectividades de Lisboa ameaçam boicotar as festas da cidade, caso a CML mantenha a redução do financiamento.
Segundo o vice-presidente da Associação das Colectividades do Conselho de Lisboa, o corte de 75% apanhou de surpresa as 27 colectividades. Os tradicionais arraiais deveriam receber 5150 euros, no entanto, a nova proposta da CML prevê apenas a atribuição de um subsídio de 1284 euros.
Um eventual boicote às festas dos Santos Populares será decidido hoje, em plenário de colectividades 1.
A Presidente da Junta de Freguesia de Santo Estêvão, em Alfama, assim como as colectividades e os comerciantes e moradores da zona, criticam também a CML por falta de apoios nos arraiais populares.
Os moradores de Alfama dizem que a zona ‘está a morrer’, a propósito de as colectividades virem a receber este ano da Câmara menos de 75 % do dinheiro do ano passado para financiar os arraiais dos santos populares, proposta aprovada em reunião de executivo.
“Estou contra o facto de a Câmara fazer coisas destas”, afirma a presidente da Junta, Lurdes Pinheiro, justificando que "as colectividades é que dinamizam os santos populares e estão a tirar-lhes os meios para isso”. “As colectividades vão ter muitos problemas em cumprir o regulamento que a própria Câmara estipulou para os arraiais, como por exemplo a regra que exige música ao vivo. O dinheiro que vão dar agora não chega para pagar nem uma noite de música”, observa a Presidente da Junta.
A Presidente da Junta acredita que a medida adoptada pela CML “é apenas uma desculpa”, pois “entretanto [a Câmara] vai apoiando eventos privados como o Rock in Rio”. “A tradição deixa de ser tradição”, acrescenta.
Os arraiais são organizados por voluntários, “mas não é o pobre que vai pagar as bandas que actuam”, reitera o presidente do Centro Cultural Magalhães Lima, uma das colectividades que costuma receber o apoio da Câmara, e que vê em risco, este ano, a organização dos seus arraiais.
Alguns comerciantes que gerem restaurantes criticam as licenças que têm de pagar à CML para, por exemplo, algo tão ‘ridículo’ como porem o “fogareiro na rua”. “Acho mal as colectividades terem apoio e nós não”, pois “os comerciantes também fazem a festa” e apresentam condições de que esta necessita, “como as casas de banho que todos usam”. “Pelo menos devíamos estar isentos de pagar a licença”, contesta o dono de um restaurante, afirmando que assim “a gente acaba por desistir de participar nos arraiais”.
“Qualquer dia isto morre. Apenas o amor de algumas pessoas que fazem um grande esforço mantém o Santo António”, observa um dos moradores da Freguesia de Santo Estêvão, acrescentando que “antigamente” a festa decorria durante “o mês todo”, recordando a existência de “um coreto com um conjunto a tocar”. Dantes “convivia-se... E agora não permitem isso” 2.
No entanto, dinheiro ou isenção de taxas para promover os festivais privados é o que não falta. Trata-se de uma clara opção de classe por parte do município da capital.
 
1. Ver www.rr.pt/InformacaoDetalhe.aspx?AreaId=11&SubAreaId=53&ContentId=247290
2. Ver http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?article=346364&visual=26&rss=0
publicado por Sobreda às 00:46
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

.Participar

. Participe neste blogue