Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

.Temas

. cml(388)

. governo(157)

. telheiras(157)

. cdu(146)

. lumiar(133)

. eleições autárquicas(131)

. urbanismo(117)

. pcp(101)

. alta do lumiar(97)

. partidos políticos(96)

. segurança(94)

. orçamento(93)

. carnide(84)

. pev(83)

. trabalho(83)

. desemprego(77)

. saúde(76)

. trânsito(74)

. sindicatos(70)

. economia(68)

. todas as tags

.Pesquisar neste blogue

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
23
24
29
30
31

.Artigos recentes

. Gestão incompetente, estr...

. A comunicação social é um...

. Apontamentos insuficiente...

. Notas sobre a sessão de c...

. Cínicos e desprezíveis

. Assembleia da ´República ...

. 26 Março - Manifestação N...

. Festa do AVANTE promove «...

. Ensino Profissional em Po...

. O movimento associativo p...

. Realizou-se a Assembleia ...

. Que política é esta?

. Orçamento do Estado para ...

. 13 Março - Assembleia da ...

. Acção Nacional dia 16 – “...

. 18 Março - Inauguração da...

. CML - Segunda Circular e ...

. 100 anos, 100 acções do P...

. Um grande Comício no Aniv...

. Câmara de Lisboa: Grandes...

. Taxas na Cidade de Lisboa...

. ...

. Lutar: A resposta dos tra...

. Obras na escola pré-fabri...

. CT Lumiar - Almoço comemo...

. PCP contacta trabalhadore...

. 6 Março - Comicio Anivers...

. REÚNE EM ÉVORA O PRÓXIMO ...

. CML - Orçamento participa...

. PCP apresenta na Assemble...

. Requerimento sobre o Bair...

. O TRATADO DO GRANDE CAPIT...

. Injustiça nas leis, (in)j...

. Medidas do Governo são in...

. Desemprego e Pensões a re...

. LINHAS DE ALTA TENSÃO - O...

. HOJE NO COLISEU - A homen...

. PCP: Em defesa da Saúde p...

. 27 Novembro, O Capital Re...

. 4 Dezembro - Homenagem a ...

. 25 Novembro, Debate promo...

. A RESPOSTA NECESSÁRIA E I...

. PCP quer reduzir desigual...

. O salto à Vara

. Aumento do Salário Mínimo...

. Dívidas à Segurança Socia...

. Combate à corrupção em di...

. Associação Iúri Gagárin p...

. Despedimentos e encerrame...

. O Sr. Governador

.Arquivos

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Ligações

Quinta-feira, 19 de Junho de 2008

Vítimas nem sempre se queixam à polícia

De acordo com as conclusões do Inquérito Nacional sobre Violência de Género, encomendada pelo Governo a uma equipa de cientistas sociais da Universidade Nova de Lisboa, apenas 21% das vítimas de ameaças com aquelas armas participa o crime. Os restantes 79% não o fazem.
No inquérito, que se refere a dados de 2007 e foi feito com base numa amostra de 2.000 pessoas (mulheres e homens), oito em cada dez pessoas vítimas de ameaça com facas ou armas de fogo não apresenta queixa às autoridades policiais.
Apesar do baixo número de queixas apresentado, aquele tipo de violência é que o provoca o maior número de participações policiais, que atinge o valor mínimo nas situações de “controlo social com o objectivo de isolar a vítima” - apenas 2%.
As queixas por ameaças com armas brancas e de fogo aumentam, contudo, de forma clara, já que os últimos dados conhecidos, com 12 anos, indicam que em 1995 se ficavam pelos 12 a 13%.
Enquanto o número de casos de violência perece ter diminuído, o seu nível de gravidade terá aumentado. O estudo revela ainda que quatro em cada dez portugueses foram vítimas de violência física, psicológica ou sexual no último ano 1.
Vários casos de violência gratuita têm sido denunciados neste blogue. Recorde-se que há quase um ano (15 de Julho de 2007), aqui se relatava mais um caso violento com eventuais motivações raciais. Pois ontem foi finalmente lida a sentença: “16 anos de prisão e € 131.000 a entregar aos familiares da vítima.” 2. Alguma vez substituirá o dinheiro qualquer vida humana?
 
1. Ver http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=98343
2. Ver comentário IN http://cdulumiar.blogs.sapo.pt/75722.html
publicado por Sobreda às 00:02
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

.Participar

. Participe neste blogue