Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CDU LUMIAR

Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

CDU LUMIAR

Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

CML no Salão Imobiliário

Sobreda, 24.08.08
A CML afirma que vai “apostar forte” na edição do Salão Imobiliário de Lisboa (SIL) que se realizará entre 22 e 26 de Outubro de 2008. A organização espera a visita de 33 mil pessoas.
Contando com um stand de 108 metros quadrados de exposição, a CML irá destacar no SIL os vários projectos e medidas que estão a ser criados para a capital em cada uma das diferentes vertentes. Segundo adianta em comunicado, a presença da autarquia no certame passará pela apresentação “de novas medidas e projectos associados à conservação e reabilitação urbana, que são algumas das prioridades para o vereador do Urbanismo da CML”.
Com o objectivo de apresentar o trabalho que está a ser desenvolvido na área do Urbanismo, Planeamento, Gestão Urbanística, a autarquia pretende dar prioridade à área da Reabilitação Urbana 1. Exemplo será um concurso de ideias de arquitectura, que visa a apresentação de propostas concretas para uma parcela de terreno na Rua Actor Nascimento, no Bairro de Santa Cruz em Benfica.
Para o vereador do urbanismo da autarquia lisboeta, que considera que a “localização não foi definida ao acaso” e que a CML “deposita grandes esperanças nas propostas apresentadas, tendo em vista a sua potencial materialização”, “a celeridade dos licenciamentos que permitam dinamizar os investimentos na cidade” é uma das medidas em que o executivo autárquico quer apostar 2.
Recorde-se que a Área Metropolitana de Lisboa (AML) tinha, no final do primeiro trimestre deste ano, 213 mil casas à venda. Os dados são de um estudo que aponta o preço médio da habitação, em oferta na região, ter atingido os 1.649 euros/m2.
Lisboa é mesmo o concelho onde os preços médios da habitação em venda atingem os valores mais elevados da Área Metropolitana, acima dos 2.300 euros/m2. Seguem-se Oeiras e Cascais, onde os preços médios superam os 1.900 euros/m2.
Em conjunto, Lisboa, Cascais e Oeiras concentram 38% dos alojamentos em oferta contabilizados na base de dados relativamente à AML, sendo que, no conjunto dos três concelhos, Cascais lidera a oferta em termos de volume 3.
Ou seja, as casas em Lisboa chegam a custar 2.300 euros por m2 e a Área Metropolitana tem centenas de milhares de habitações à venda que as imobiliárias não conseguem vender.
Para quê então construir habitações novas, com tantos fogos por reabilitar em Lisboa?
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.