Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

.Temas

. cml(388)

. governo(157)

. telheiras(157)

. cdu(146)

. lumiar(133)

. eleições autárquicas(131)

. urbanismo(117)

. pcp(101)

. alta do lumiar(97)

. partidos políticos(96)

. segurança(94)

. orçamento(93)

. carnide(84)

. pev(83)

. trabalho(83)

. desemprego(77)

. saúde(76)

. trânsito(74)

. sindicatos(70)

. economia(68)

. todas as tags

.Pesquisar neste blogue

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
23
24
29
30
31

.Artigos recentes

. Gestão incompetente, estr...

. A comunicação social é um...

. Apontamentos insuficiente...

. Notas sobre a sessão de c...

. Cínicos e desprezíveis

. Assembleia da ´República ...

. 26 Março - Manifestação N...

. Festa do AVANTE promove «...

. Ensino Profissional em Po...

. O movimento associativo p...

. Realizou-se a Assembleia ...

. Que política é esta?

. Orçamento do Estado para ...

. 13 Março - Assembleia da ...

. Acção Nacional dia 16 – “...

. 18 Março - Inauguração da...

. CML - Segunda Circular e ...

. 100 anos, 100 acções do P...

. Um grande Comício no Aniv...

. Câmara de Lisboa: Grandes...

. Taxas na Cidade de Lisboa...

. ...

. Lutar: A resposta dos tra...

. Obras na escola pré-fabri...

. CT Lumiar - Almoço comemo...

. PCP contacta trabalhadore...

. 6 Março - Comicio Anivers...

. REÚNE EM ÉVORA O PRÓXIMO ...

. CML - Orçamento participa...

. PCP apresenta na Assemble...

. Requerimento sobre o Bair...

. O TRATADO DO GRANDE CAPIT...

. Injustiça nas leis, (in)j...

. Medidas do Governo são in...

. Desemprego e Pensões a re...

. LINHAS DE ALTA TENSÃO - O...

. HOJE NO COLISEU - A homen...

. PCP: Em defesa da Saúde p...

. 27 Novembro, O Capital Re...

. 4 Dezembro - Homenagem a ...

. 25 Novembro, Debate promo...

. A RESPOSTA NECESSÁRIA E I...

. PCP quer reduzir desigual...

. O salto à Vara

. Aumento do Salário Mínimo...

. Dívidas à Segurança Socia...

. Combate à corrupção em di...

. Associação Iúri Gagárin p...

. Despedimentos e encerrame...

. O Sr. Governador

.Arquivos

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Ligações

Sábado, 22 de Novembro de 2008

Função Pública protesta em força em Lisboa

Foi mais um protesto em força e na rua dos trabalhadores do Estado.

Milhares de funcionários públicos manifestaram-se, esta 6ª fª à tarde, em Lisboa, contra as propostas salariais do Governo. Uma manifestação convocada pela Frente Comum, onde de acordo com as contas do sindicato participaram mais de 50 mil funcionários públicos, entre o Marquês de Pombal e a Assembleia da República.
Contactada, a Polícia de Segurança Pública (PSP), como tem sido hábito, recusou-se a avançar números, quanto aos manifestantes. A Frente Comum não tem dúvidas de que pelo menos 50 mil pessoas participaram no protesto.
À chamada da Frente Comum marcaram presença milhares de trabalhadores da função pública, que chegaram de Norte a Sul do País. Na bagagem, os trabalhadores trouxeram muitos quilómetros percorridos, mas não tantos quanto as palavras de indignação contra a política do Governo. Aos 2,9% da proposta do Executivo para aumentos salariais, a Frente Comum contrapõe 5%.
Foi um longo protesto do Marquês de Pombal à Assembleia da República, com a contestação a aumentar de tom no Largo do Rato, frente à sede do PS.
As negociações salariais começaram a 6 de Novembro e deveriam ter terminado quarta-feira. Mas o processo de negociação mantém-se em aberto devido às contra-propostas apresentadas pelos sindicatos. A Frente Comum garante que o finca-pé está para durar 1.
Oriundos de todo o país, os manifestantes concentraram-se na Praça Marquês de Pombal e seguiram a pé em direcção à Assembleia da República, ao som de apitos ruidosos e gritando palavras de ordem contra o Governo, que acusam de lhes estar a “roubar direitos adquiridos” e prejudicar o dia-a-dia, com aumentos salariais que não lhes permitem fazer face ao aumento do custo de vida.
À passagem pela sede do PS, no Largo do Rato, ouviram-se gritos de ‘mentiroso’, dirigidos ao primeiro-ministro, José Sócrates, e avisos ao Executivo: “Está na hora, está na hora de o Governo ir embora”. Nas t-shirts pretas que muitos traziam vestidas, liam-se outros avisos: à frente, a cara do primeiro-ministro, apontado como “prepotente, imoral e repressivo”; atrás, a mensagem: “Os trabalhadores não esquecem”.
A maioria dos manifestantes eram trabalhadores da administração local (havia faixas das Câmaras Municipais de Lisboa, Maia e Gaia) e pessoal não docente oriundo de todo o país (a Frente Comum diz que houve escolas fechadas, sobretudo no Norte, mas o Ministério da Educação não confirmou).
Entre a moldura humana eram também bem visíveis os trabalhadores da Higiene Urbana e recolha do lixo de Lisboa, vestidos com os fatos de trabalho e que têm uma greve agendada para a segunda semana de Dezembro, contra a privatização do sector.
Havia também enfermeiros, em protesto contra o desemprego e a precariedade, e funcionários de outros serviços da administração central, como hospitais.
À porta do Parlamento, a dirigente da Frente Comum recordou que os sindicatos não aceitam o aumento de 2,9% proposto pelo Governo para 2009 e prometeu que vão “continuar a lutar” por vencimentos iguais aos dos funcionários públicos espanhóis. Ao primeiro-ministro deixou um aviso: nas eleições do próximo ano, os trabalhadores não o vão deixar repetir a maioria absoluta 3.
 
1. Ver www.tvi.iol.pt/informacao/noticia.php?id=1016020
2. Ver http://cdulumiar.blogs.sapo.pt/365465.html
3. Ver http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=1048282
publicado por Sobreda às 02:46
Link do artigo | Adicionar aos favoritos
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Participar

. Participe neste blogue