Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

.Temas

. cml(388)

. governo(157)

. telheiras(157)

. cdu(146)

. lumiar(133)

. eleições autárquicas(131)

. urbanismo(117)

. pcp(101)

. alta do lumiar(97)

. partidos políticos(96)

. segurança(94)

. orçamento(93)

. carnide(84)

. pev(83)

. trabalho(83)

. desemprego(77)

. saúde(76)

. trânsito(74)

. sindicatos(70)

. economia(68)

. todas as tags

.Pesquisar neste blogue

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
23
24
29
30
31

.Artigos recentes

. Gestão incompetente, estr...

. A comunicação social é um...

. Apontamentos insuficiente...

. Notas sobre a sessão de c...

. Cínicos e desprezíveis

. Assembleia da ´República ...

. 26 Março - Manifestação N...

. Festa do AVANTE promove «...

. Ensino Profissional em Po...

. O movimento associativo p...

. Realizou-se a Assembleia ...

. Que política é esta?

. Orçamento do Estado para ...

. 13 Março - Assembleia da ...

. Acção Nacional dia 16 – “...

. 18 Março - Inauguração da...

. CML - Segunda Circular e ...

. 100 anos, 100 acções do P...

. Um grande Comício no Aniv...

. Câmara de Lisboa: Grandes...

. Taxas na Cidade de Lisboa...

. ...

. Lutar: A resposta dos tra...

. Obras na escola pré-fabri...

. CT Lumiar - Almoço comemo...

. PCP contacta trabalhadore...

. 6 Março - Comicio Anivers...

. REÚNE EM ÉVORA O PRÓXIMO ...

. CML - Orçamento participa...

. PCP apresenta na Assemble...

. Requerimento sobre o Bair...

. O TRATADO DO GRANDE CAPIT...

. Injustiça nas leis, (in)j...

. Medidas do Governo são in...

. Desemprego e Pensões a re...

. LINHAS DE ALTA TENSÃO - O...

. HOJE NO COLISEU - A homen...

. PCP: Em defesa da Saúde p...

. 27 Novembro, O Capital Re...

. 4 Dezembro - Homenagem a ...

. 25 Novembro, Debate promo...

. A RESPOSTA NECESSÁRIA E I...

. PCP quer reduzir desigual...

. O salto à Vara

. Aumento do Salário Mínimo...

. Dívidas à Segurança Socia...

. Combate à corrupção em di...

. Associação Iúri Gagárin p...

. Despedimentos e encerrame...

. O Sr. Governador

.Arquivos

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Ligações

Domingo, 17 de Maio de 2009

Demolição de fogos inabitáveis

O abate de fogos inabitáveis públicos e privados é uma das medidas propostas pelo Programa Local de Habitação de Lisboa, que defende também a promoção de programas de apoio à partilha de casa entre gerações, como idosos e estudantes.

O documento define os objectivos, programas e medidas da política municipal de habitação para os próximos cinco anos. O programa propõe a identificação de todos os fogos sem condições básicas de habitabilidade e conforto sanitário e a “reconversão ou abate do parque municipal inabitável”.
Uma medida que se estenderá ao parque habitacional privado e público não municipal, depois de um “levantamento exaustivo” em parceira com as juntas de freguesia, associações de moradores e rede social.
O “abate” é proposto para “fogos inabitáveis que não tenham condições de recuperação, com garantias de realojamento dos ocupantes, no quadro de processos participados de regeneração urbana”.
No capítulo da promoção da coesão social, o PLH defende programas de “apoio à partilha de habitação entre gerações”, dando como exemplo a divisão de casa entre idosos isolados e estudantes.
Uma rede de residências assistidas que forneça alojamento e assistência a “pessoas fragilizadas ou capacidades funcionais reduzidas”, em fogos municipais ou em parceria com a rede social ou outras entidades, é outra medida avançada.
O PLH estabelece também a garantia de acesso de imigrantes à contratação de arrendamento habitacional “sem discriminação”, através de um sistema de “aval público”, em parceria com o Alto Comissariado para a Imigração e o Diálogo Intercultural e organizações de defesa dos imigrantes.
Para “adequar a oferta à procura de habitação”, é proposta a criação de bolsas de arrendamento jovem a partir de fogos devolutos municipais, bem como o incentivo à colocação de fogos devolutos privados no mercado de arrendamento, com criação de um seguro de rendas e medidas fiscais.
A promoção e criação de bolsas público-privadas de arrendamento com uma quota a custos controlados é outra das medidas avançadas no PLH.
 
Ver Lusa doc. nº 9665690, 13/05/2009 - 07:20
publicado por Sobreda às 00:18
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

.Participar

. Participe neste blogue