Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

.Temas

. cml(388)

. governo(157)

. telheiras(157)

. cdu(146)

. lumiar(133)

. eleições autárquicas(131)

. urbanismo(117)

. pcp(101)

. alta do lumiar(97)

. partidos políticos(96)

. segurança(94)

. orçamento(93)

. carnide(84)

. pev(83)

. trabalho(83)

. desemprego(77)

. saúde(76)

. trânsito(74)

. sindicatos(70)

. economia(68)

. todas as tags

.Pesquisar neste blogue

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
23
24
29
30
31

.Artigos recentes

. Gestão incompetente, estr...

. A comunicação social é um...

. Apontamentos insuficiente...

. Notas sobre a sessão de c...

. Cínicos e desprezíveis

. Assembleia da ´República ...

. 26 Março - Manifestação N...

. Festa do AVANTE promove «...

. Ensino Profissional em Po...

. O movimento associativo p...

. Realizou-se a Assembleia ...

. Que política é esta?

. Orçamento do Estado para ...

. 13 Março - Assembleia da ...

. Acção Nacional dia 16 – “...

. 18 Março - Inauguração da...

. CML - Segunda Circular e ...

. 100 anos, 100 acções do P...

. Um grande Comício no Aniv...

. Câmara de Lisboa: Grandes...

. Taxas na Cidade de Lisboa...

. ...

. Lutar: A resposta dos tra...

. Obras na escola pré-fabri...

. CT Lumiar - Almoço comemo...

. PCP contacta trabalhadore...

. 6 Março - Comicio Anivers...

. REÚNE EM ÉVORA O PRÓXIMO ...

. CML - Orçamento participa...

. PCP apresenta na Assemble...

. Requerimento sobre o Bair...

. O TRATADO DO GRANDE CAPIT...

. Injustiça nas leis, (in)j...

. Medidas do Governo são in...

. Desemprego e Pensões a re...

. LINHAS DE ALTA TENSÃO - O...

. HOJE NO COLISEU - A homen...

. PCP: Em defesa da Saúde p...

. 27 Novembro, O Capital Re...

. 4 Dezembro - Homenagem a ...

. 25 Novembro, Debate promo...

. A RESPOSTA NECESSÁRIA E I...

. PCP quer reduzir desigual...

. O salto à Vara

. Aumento do Salário Mínimo...

. Dívidas à Segurança Socia...

. Combate à corrupção em di...

. Associação Iúri Gagárin p...

. Despedimentos e encerrame...

. O Sr. Governador

.Arquivos

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Ligações

Terça-feira, 11 de Agosto de 2009

PCP apresentou programa ‘patriótico e de esquerda’

Um programa “patriótico e de esquerda, ao serviço do povo e do país”, que defenda a “necessidade de ruptura” com as actuais políticas, são as linhas programáticas para as eleições legislativas que o PCP apresentou hoje, ao final da tarde, no salão Nobre da Reitoria da Universidade de Lisboa.

Neste programa eleitoral, uma das ideias centrais é a “afirmação, com grande clareza, da necessidade de ruptura” com “o rumo que há mais de 30 anos a política de direita vem impondo ao país”, como definiu Agostinho Lopes, do Comité Central.
O PCP critica “o paradigma neoliberal, as privatizações, a liquidação das capacidades produtivas nacionais e a desvalorização do trabalho e dos trabalhadores”, propondo “uma justa distribuição dos rendimentos” e a “defesa da produção nacional”, na agricultura, pescas e indústria.
Na economia, os comunistas querem um Estado mais interventivo, defendendo “uma visão completamente oposta” a medidas como “umas pseudo-entidades reguladoras, que não regulam nada”.
“Afirmamos claramente a presença do Estado no sector financeiro”, através da nacionalização da banca comercial e de um “papel determinante” do Estado na energia, transportes e serviços públicos, área onde os comunistas rejeitam “privatizações sub-reptícias”.
Uma matéria em que o PCP promete insistir na próxima legislatura é a regionalização, medida considerada essencial para o combate às assimetrias regionais, avançou o deputado.
O reforço das liberdades, direitos e garantias, a democratização da cultura e a defesa da saúde, educação e segurança social são outras áreas que constam do programa eleitoral dos comunistas.
O conteúdo do programa foi “construído na base de um alargado processo de participação e auscultação públicas”, na sequência de mais de 20 debates sectoriais, em que intervieram elementos do PCP e especialistas de diversas áreas não inscritos no partido, além de “numerosos” encontros com sindicatos, organizações e associações económicas, sociais e culturais 1.
Durante a apresentação, o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, acusando o PS de manter “intocável o grande poder económico”, garantindo que “não contem com o PCP para subscrever uma política desta natureza” e integrar ”um governo que lhe dê execução”.
O PCP defende uma linha de “ruptura” com as actuais concepções e modelo económico que passam pelo objectivo de atingir o “pleno emprego”, o “crescimento económico sustentado e acima da média europeia” e a defesa e afirmação do aparelho produtivo nacional como motor do crescimento económico”.
O líder do PCP considerou ainda que “a profunda crise com que Portugal está confrontado, é o resultado simultâneo de 33 anos de política de direita”, bem como “do actual processo de integração capitalista europeia”. E garantiu que o PCP se compromete “a assumir como prioridade a luta pelo abandono definitivo do Tratado de Lisboa, passo imediato da luta por uma outra Europa dos trabalhadores e dos povos” 2.
Também hoje ao início da tarde, a CDU procedeu à entrega das listas com os candidatos aos orgãos autárquicos da capital: CML, AML e Freguesias 3.
 
1. Ver Lusa doc. nº 9994238, 11/08/2009 - 06:20
2. Ver http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1395691&idCanal=23

3. Ver http://cdudelisboa.blogspot.com/2009/08/cdu-fez-hopje-apresentacao-formal-das.html

publicado por cdulumiar às 20:18
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

.Participar

. Participe neste blogue