Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CDU LUMIAR

Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

CDU LUMIAR

Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

Radares em velocidade zero

Sobreda, 05.07.07

Há alguns meses foram instalados radares em algumas vias da capital com o objectivo de “prevenir e diminuir a sinistralidade na cidade de Lisboa, agindo sobre o excesso de velocidade”.

Dos 21 radares três estão colocados na Segunda Circular, avenidas das Descobertas, da Índia, Cidade do Porto, Brasília, de Ceuta (dois), Infante D. Henrique (dois), Estados Unidos da América, Marechal Gomes da Costa e Gago Coutinho e nos túneis do Campo Grande (dois), do Marquês de Pombal e da Avenida João XXI (dois) e na Radial de Benfica (dois). Os critérios que estiveram na base da escolha destas 14 vias foram o elevado índice de sinistralidade, a inexistência de semáforos e serem saídas de túneis. Só é pena terem-se esquecido da Av. Padre Cruz.

O limite de velocidade é de 50 quilómetros por hora, com excepção da Radial de Benfica, Segunda Circular e um troço da Avenida Estados Unidos da América, onde o limite é de 80 quilómetros/hora. Os automobilistas só serão autuados se não abrandarem a velocidade até à permitida, através de uma fotografia que é enviada em tempo real à Central de Controlo de Vigilância da Polícia Municipal de Lisboa.

A Comissão Administrativa da Câmara de Lisboa pondera colocar em funcionamento os 21 radares, que se encontram em fase experimental desde Janeiro e a aguardar o parecer da Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) desde Fevereiro, pelo que deveriam ter entrado em funcionamento em Abril. Este sistema de detecção de excesso de velocidade está orçado em 2,5 milhões de euros e inclui também seis painéis de informação nas 13 vias da cidade com mais sinistralidade. A CNPD é uma entidade administrativa que funciona junto da Assembleia da República.

Em princípio “está tudo legal, certificado, a Polícia Municipal preparada, o equipamento informático a funcionar, só falta começar a multar os automobilistas”, sendo preocupante “o excesso de atraso dos procedimentos administrativos face aos valores que estão em causa”. “Entrámos no Verão, os jovens começam a andar com mais velocidade e é um crime não se poder evitar isso”, afirmou a presidente da Comissão Administrativa, apelando aos candidatos à CML para debaterem os problemas da sinistralidade rodoviária na cidade.

Embora a CML tenha pressa em acelerar as multas, o presidente da CNPD acrescentou que ainda está por esclarecer se esta entidade precisa de autorizar o funcionamento dos radares de velocidade em Lisboa. Pelo que a decisão sobre os radares permanece em velocidade zero.

 

Ver www.rtp.pt/index.php?article=288106&visual=16&rss=0 e http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1297760&idCanal=59

3 comentários

Comentar post