Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

.Temas

. cml(388)

. governo(157)

. telheiras(157)

. cdu(146)

. lumiar(133)

. eleições autárquicas(131)

. urbanismo(117)

. pcp(101)

. alta do lumiar(97)

. partidos políticos(96)

. segurança(94)

. orçamento(93)

. carnide(84)

. pev(83)

. trabalho(83)

. desemprego(77)

. saúde(76)

. trânsito(74)

. sindicatos(70)

. economia(68)

. todas as tags

.Pesquisar neste blogue

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
23
24
29
30
31

.Artigos recentes

. António Costa condenado p...

. Alianças à esquerda – por...

. CDU acusa SIC de favorece...

. Câmara de Lisboa financia...

. UGT destrói pendões da CD...

. 'Stop' às alterações clim...

.Arquivos

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Ligações

Quinta-feira, 20 de Agosto de 2009

António Costa condenado pela CNE por remoção ilegal de propaganda da CDU

cml_cne.jpgA Câmara Municipal de Lisboa procedeu, em Julho, à ilegal remoção de propaganda da CDU, imitando o comportamento ilegal e anti-democrático que se vai multiplicando pelo país. Perante a queixa da CDU, a Comissão Nacional de Eleições condenou a atitude da Câmara presidida por António Costa, e instou-a a proceder à reposição da propaganda ilegalmente removida. Aguardamos agora que a Câmara reponha a propaganda destruída, bem como as devidas desculpas por este comportamento.

Ler Parecer da CNE e carta dirigida a António  Costa

publicado por teresa roque às 11:36
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 8 de Agosto de 2009

Alianças à esquerda – porque não?

No momento político português é inevitável constatar que reclamações (designadamente ao PCP) de integrar uma «nova política de alianças», mantêm um silêncio pudicamente discreto sobre quais as bases em que essas alianças poderão estabelecer-se.
Verifica-se infelizmente a olho nu que muitos dos que falam da necessidade (real) de uma «convergência da esquerda» não têm sido capazes de avançar ideias sobre o conteúdo político das alianças a prosseguir, nem sobre as causas da tão referida (e real) «crise da esquerda».
Do que se trata, então? Procurar uma política que permita novas alianças ou enveredar por alianças políticas sem base em princípios? Ou seja: visando apenas encontrar lugar marginal no aparelho de um poder sem princípios, tão capaz de servir os mesmos interesses, de uma direita «pura e dura» ou uma direeita «moderada», de acordo com as conjunturas?
Para nosso mal, tem acontecido entre nós essa falsa «alternidade» duma mesma política, que erradamente se etiquetou também de «bipolarização».
Tiremos-lhe o «bi», que não faz mal a ninguém e só se presta a confusões ideológicas.
Há de facto uma polarização de interesses económicos em torno do PS e do PSD, os dois partidos capazes de seduzir por obediência canina a atenção do grande capital. Este tem sido um dos principais factores de instabilidade e da crise da democracia (e da esqquerda) nos países em que uma falsa e falseadora «bipolarização» se impôs.
Não será isso que leva também ao descrédito da democracia, quando reduzida a ilusionismo de ludíbrio cada vez mais mediático, em que o jogo das etiquetas no mesmo modelo tenta substituir a definição clara de princípios e de políticas - ou por que não: de políticas com princípios?
Sem ideias ou propostas concretas, sem princípios claros de orientação política, que razões poderiam levar o PCP a entregar o seu património (aliás único no quadro partidário português) e que constitui parte essencial do próprio património da esquerda, fundamental para o futuro dessa esquerda, em troco de uma qualquer participação em um jogo de vista curta?

 

Aurélio Santos, publicado no Jornal "AVANTE" de 06.08.2009

publicado por teresa roque às 00:44
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 6 de Agosto de 2009

CDU acusa SIC de favorecer PS e PSD - Lisboa exige «igualdade de oportunidade»

A CDU, em carta ao Director de Informação da SIC, exigiu «igualdade de oportunidade» para o esclarecimento público, em virtude do debate que esta estação de televisão realizou, na passada semana, apenas, com os candidatos do PS e do PSD para a Câmara de Lisboa, deixando Ruben de Carvalho, primeiro candidato da Coligação, de fora.
«A SIC está necessariamente a ocultar as suas opiniões, projectos e críticas [de Ruben de Carvalho] – que os cidadãos irão avaliar em sede de votação nas eleições autárquicas marcadas pera 11 de Outubro», acusa a CDU, que foi a primeira força política a divulgar publicamente os seus candidatos aos órgãos do município de Lisboa, no dia 26 de Março de 2009.
«A SIC, não convidando Ruben de Carvalho para o debate no “Jornal da Noite”, omitindo as ideias da CDU para a cidade de Lisboa, falha o seu dever de isenção e não cumpre a sua obrigação de dar a conhecer outros candidatos e suas ideias», acrescenta a Coligação, criticando ainda a estação de televisão de procurar «objectivamente influenciar o resultado eleitoral a favor das candidaturas do PS e do PSD».
No documento, a Coligação, «a única candidatura alternativa para a cidade de Lisboa», recorda também que a SIC «está obrigada ao princípio do pluralismo democrático, devendo promover a divulgação plural de ideias ao abrigo do princípio da igualdade de tratamento – como determina a lei». A SIC já foi, entretanto, advertida pela Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC), sobre um debate ocorrido no dia 19 de Junho de 2007.

 

Jornal "AVANTE" de 06.08.2009

publicado por cdulumiar às 10:40
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 16 de Julho de 2009

Câmara de Lisboa financia campanha do PS

 

 

lxjpg.jpgAntónio Costa, Presidente da CML pelo PS e candidato do PS a novo mandato, entrou agora naquilo que parece o arranque de um ciclo de desperdício de dinheiros públicos em materiais de propaganda eleitoral. Mais e tão grave quanto isso: em alguns desses materiais de propaganda são divulgadas informações erróneas (mentiras). Com a chancela da CML e paga com dinheiros públicos, estão em distribuição vários documentos – seguramente aconselhados por consultores de propaganda eleitoral – que a CDU denuncia.
 
Ler mais...
Temas: , ,
publicado por teresa roque às 12:29
Link do artigo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 1 de Maio de 2009

UGT destrói pendões da CDU em plena Avenida da Liberdade

Um grupo de homens que colocava pendões da UGT na Avenida da Liberdade, foi 4ª fª à noite, cerca das 23h30, apanhado em flagrante a remover os pendões da CDU - Coligação Democrática Unitária, já existentes no local e que ali estavam afixados há vários dias, desde a Praça dos Restauradores.

Vários militantes do PCP assistiram à remoção de vários pendões, desde a Praça dos Restauradores até meio da Avenida. Foi chamada a PSP, que identificou o grupo da UGT e também esses militantes que entretanto acorreram ao local, já nas proximidades do Centro de Trabalho Vitória.
Um saco, que estava na posse dos indivíduos da UGT, continha 16 pendões da CDU. Mais um ou dois sacos semelhantes foram levados por um destes homens para local desconhecido.

 

 

Os indivíduos da UGT não negaram que removeram os pendões da CDU. Um deles, identificando-se como “secretário nacional” e “responsável do grupo”, argumentou até que a Avenida da Liberdade é uma “área de influência da UGT”, que ali vai realizar um desfile no dia 1 de Maio.
As fotos tiradas captaram um pendão da CDU, na parte da Avenida onde o ‘trabalho’ da brigada ugêtista foi interrompido, e que se apresentava com o suporte de madeira quebrado; um homem sendo interpelado pela Polícia, segurando uma ‘ferramenta’ constituída por um cabo longo com uma ponta em semi-círculo, cortante, que apenas poderia servir para cortar fios de plástico, como os que fixam os pendões da CDU (e não os fios de arame, que prendem pendões antigos da UGT que estavam a ser substituídos); o conteúdo do saco que estava na posse dos membros da UGT.
Perante a gravidade do caso, a CDU decidiu proceder criminalmente contra os prevaricadores, tendo os registos policiais, segundo informação do superior hierárquico da PSP no local, sido levados para a 4ª Esquadra da PSP, na Praça da Alegria.
 
Ver http://cdudelisboa.blogspot.com/2009/04/ugt-destroi-propaganda-da-cdu-em-lisboa.html
publicado por Sobreda às 00:08
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 4 de Junho de 2007

'Stop' às alterações climáticas

O Partido Ecologista “Os Verdes” assinala o Dia Mundial do Ambiente, que se comemora amanhã, dia 5 de Junho, com o encerramento da campanha de âmbito internacional ‘Stop às alterações climáticas’. Nesse dia, uma delegação de “Os Verdes” desloca-se à residencial oficial do sr. Primeiro-ministro e à Embaixada dos EUA, para entregar, a cada um dos destinatários, os cerca de 20.000 postais assinados pelos participantes nesta campanha nacional.

Com a campanha ‘Stop às alterações climáticas’, “Os Verdes” pretendem pressionar a administração norte-americana a aderir ao Protocolo de Quioto, manifestar a insatisfação pela política de transportes públicos seguida pelo Governo português e alertar a população para o fenómeno das alterações climáticas, promovendo comportamentos que ajudem a travar este fenómeno.

Recorde-se que, no âmbito desta campanha internacional iniciada em Dezembro de 2005, “Os Verdes” realizaram cerca de 250 iniciativas em todo o país, incluindo o Arquipélago dos Açores e da Madeira, tendo levado a campanha a mais de 200 concelhos.

Também o Grupo Parlamentar do Partido Ecologista “Os Verdes” organiza as suas Jornadas Parlamentares nos próximos dias 4 e 5 de Junho, sobre o tema “Litoral e Orla Costeira”, a fim de analisar a situação profundamente preocupante de erosão da nossa costa, agravada pelos sucessivos adiamentos de investimentos programados para a requalificação do litoral, assinalando também assim o Dia Mundial do Ambiente.

Nestas Jornadas, uma delegação de “Os Verdes” que inclui os deputados Francisco Madeira Lopes e Álvaro Saraiva, realizará saídas aos Distritos de Aveiro, Concelho de Ovar (Praia Esmoriz), Coimbra, Concelho de Mira (Praia de Mira) e Setúbal, Concelho de Almada (Costa da Caparica), com o objectivo de visitar locais que há muito evidenciam problemas nesta área.

 

1. Ver  http://osverdesemlisboa.blogspot.com/2007/06/campanhas-e-jornadas-parlamentares.html

publicado por Sobreda às 02:52
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

.Participar

. Participe neste blogue