Blogue conjunto do PCP e do PEV Lumiar. Participar é obrigatório! Vê também o sítio www.cdulumiar.no.sapo.pt

.Temas

. cml(388)

. governo(157)

. telheiras(157)

. cdu(146)

. lumiar(133)

. eleições autárquicas(131)

. urbanismo(117)

. pcp(101)

. alta do lumiar(97)

. partidos políticos(96)

. segurança(94)

. orçamento(93)

. carnide(84)

. pev(83)

. trabalho(83)

. desemprego(77)

. saúde(76)

. trânsito(74)

. sindicatos(70)

. economia(68)

. todas as tags

.Pesquisar neste blogue

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
23
24
29
30
31

.Artigos recentes

. As portagens da 'discrimi...

.Arquivos

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Ligações

Quinta-feira, 1 de Fevereiro de 2007

As portagens da 'discriminação'

O Governo decidiu avançar com o estudo da introdução de portagens com taxas à entrada das cidades, como forma de dissuadir o uso do automóvel particular. (vide, por exemplo, o artigo “A cenoura não chega”, da Visão nº 726, 2007-02-01, p. 20).

A capital inglesa introduziu portagens em 2003, mas apenas após a aplicação de alternativas, como o estacionamento periférico. A capital da Suécia também tem portagens. Porém, o objectivo passou por erradicar o tráfico no centro da cidade à hora de ponta, tendo primeiro sido criadas condições para elevar o número de utilizadores de transportes públicos em mais 40 mil.

Em Lisboa terá mesmo de ser uma medida “inevitável”? Será no mínimo polémica, pois, sem alternativas, afectaria particularmente a cidade e os seus residentes e trabalhadores, que não dispõem de recursos integrados e intermodais com uma rede de transportes públicos rápidos à escala da Área Metropolitana.

A “Contacto Verde” entrevistou J. L. Sobreda Antunes, deputado de "Os Verdes" na Assembleia Municipal de Lisboa, que questiona a justiça e os reais impactos desta medida, não apenas ambientais, como sociais e económicos, sugerindo alternativas. A entrevista pode ser lida na íntegra na página www.osverdes.pt/contactov.asp?edt=13&art=135 

Será que ainda um dia veremos portagens à entrada da Calçada de Carriche?

Pergunta-se: Quem corre para a solução ‘portagens’? “Pernas para que te quero”...

.Participar

. Participe neste blogue